Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto Sem Freios.


Que das mãos tremulas, impensadas sai ,
Voa , destoando formas , métricas.
O poeta mesmo assim , quando cai ,
Não desiste ,levanta cravado de marcas.

A luz ,sabe, bem longe dos olhos cegos.
O caminho fascina , atraindo curvas ...
Perigos , pecados, abusos, não nega.
É sonetista, bruxa dos raios,águas turvas.

Não desiste , enfrenta atropelos ,
Aflita, caminha rompendo rochas  ...
Nestas emoções que gritam apelos.

Os horizontes foram abertos nesta ,
Calma , mas difícil vida de versos ...
Nas trevas, na luz sempre manifesta .

5/0/07
Maria Thereza Neves
Enviado por Maria Thereza Neves em 06/09/2007
Código do texto: T640522
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Thereza Neves
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
3365 textos (91950 leituras)
6 e-livros (225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 00:13)
Maria Thereza Neves