Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto da amizade não correspondida

Concreta solidão crepita sem ação,
Nas infames distâncias das amizades,
No tempo, nas marcas da realidade,
Nas lágrimas, nos ecos e no coração.

Forte sentimento de afogamento,
Grita, desiste, revive para sonhar.
Ora para aniquilar com o silêncio,
Ora para emudecer o ser, não cantar.

Da parte de lá, migalhas de sorrisos,
Desprendem-se pelos acasos promovidos,
No tribunal dessa vida sentimental...

Essa rugosidade que me atinge,
Desbota o meu tempo... Areias a passar...
E enterrado nelas, fico a te esperar...
Rascunho de Poeta
Enviado por Rascunho de Poeta em 08/09/2007
Código do texto: T643569

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rascunho de Poeta
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
140 textos (7247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 07:24)
Rascunho de Poeta