Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DO AMOR FATAL

Canto o amor com lirismo e emoções.
Pois, se faço canções ao meu amor fingido,
Sofro por ele todas as sanções;
E morro em versos que não serão lidos.

Dou o que posso em troca de um sorriso,
Que não será mais a mim ofertado.
Ele já tem destino fixo e preciso,
Eu, mesmo assim, te chamo de amado.

Todas as promessas vãs e divagantes
Que trocadas em êxtase, ínfimos instantes,
Permanecem como sombra, entrevadas...

Nesse ir e vir de notas dissonantes,
Armazeno idéias conflitantes:
- Mato o amor ou mato o amante!


(cidapiussi 999)


Cida Piussi
Enviado por Cida Piussi em 02/10/2018
Código do texto: T6465940
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Cida Piussi
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 64 anos
58 textos (365 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/05/21 20:43)
Cida Piussi