Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poça de rua

Como poça d'água
Parado, inerte
Quase sempre amargo
Não expressa, ou sente.

Água parada fria
Onde não tem vida
Que nem sorrir sorria
De coragem estremecida.

E vem a chuva truculenta
Tempestade de humor
E a água se movimenta.

E do movimento se vê
Que ainda podes sentir
Que ainda existe ali o você.
Christian Gomes
Enviado por Christian Gomes em 11/10/2018
Código do texto: T6473780
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Christian Gomes
Manaus - Amazonas - Brasil, 20 anos
20 textos (203 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/18 21:38)
Christian Gomes