Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POR QUE SOU POETA?

Um dia vi as rugas no meu rosto...
Não lembrava sequer ter sido adulto,
E, a vida já me parecia um vulto
Na neblina do tempo, descomposto!

Senti, talvez, a essência do desgosto...
Nada me restando erigi um culto
À lembrança d!um amor insepulto
Que trazia do fundo d!alma exposto!

Então, compondo versos para ela,
Na senda de imortal filosofia,
Revi-me infante outra vez a cantar!

Por isso sou poeta, e, faço poesia,
Pois ela traz-me a doce imagem dela
Tão viva e clara como a luz solar!


Fundo : http://nelsonmedeiros.prosaeverso.net/visualizar.php?idt=6162268
Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 19/04/2019
Reeditado em 07/05/2019
Código do texto: T6627259
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
521 textos (73244 leituras)
11 áudios (3086 audições)
1 e-livros (192 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/06/19 07:47)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor