Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONTANDO ESTRELAS - soneto

CONTANDO ESTRELAS
                      Lílian Maial

Talvez encontre um brilho diferente
Na noite, um cometa de relance.
Quem sabe não seria a minha chance
Seguir com esse rastro permanente?

Um flerte co'uma estrela assim cadente,
De rosas e fragrâncias conhecidas,
Seria um beija-flor em margaridas,
Colhendo da paixão sua semente.

Escura madrugada enfim luzia,
Febris, a iluminar a claridade,
Dois sóis, de negro brilho em tons exóticos.

Bem-vindos, que meu peito já ardia,
Pulsando oculta e vã ingenuidade,
De confundir estrelas com teus olhos.

***********
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 02/11/2005
Reeditado em 14/04/2006
Código do texto: T66703


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1199 textos (272579 leituras)
21 áudios (14046 audições)
3 e-livros (1576 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/08/20 19:22)
Lílian Maial

Site do Escritor