Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Buscas

BUSCAS

os gemidos queimantes agonizam a alma
e a alma ensanguentada suplica ternura
Onde estás, oh infame sentimento de dor
que mesmo nesta funesta alegoria me falta?

as duras vidas que me foram dadas, matei-as
melhor bem mortas que enfadonhos dengos
Onde estás, oh maldito ardor de amantes
enlouquecidos em nome do que dizem amor

as velas que iluminam as brumas me bastam
no caminho certo que sei onde ir repousar
este corpo cansado de tanto sonho tragar

que busca insana me deste oh Grande
esta minha de a felicidade encontrar
quando ando um passo e ela um gigante!
NENINHA ROCHA
Enviado por NENINHA ROCHA em 27/09/2007
Reeditado em 04/04/2008
Código do texto: T671419
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
NENINHA ROCHA
Guarapuava - Paraná - Brasil, 57 anos
310 textos (10949 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 07:48)
NENINHA ROCHA