Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Soneto Para Minhas Dores

Não sabes como sofro por não poder te dar um abraço, aquele abraço!
Por não poder deixar meu peito colado no seu e sentir nossos corações batendo,
Por não poder deixar o teu cheirinho impregnar minhas narinas
Assim como o teu gosto já impregnou em meus lábios.

Penso em ti e meus olhos logo umedecem,
Meus lábios se tornam trêmulos, e sorriso já não há.
As lagrimas descem gélidas e silenciosamente
Talvez em busca de em meu rosto achar a tua face

Essa distancia me maltrata e a ausência do seu toque me a adoece,
Meu coração cada vez mais comprimido não tem espaço pra gritar,
E a única coisa que desejo de imediato e te encontrar.

Amo-te desesperadamente e não agüento mais ficar sem ti
Essa angustia me consome aos poucos, não tenho motivos pra sorrir
E de joelhos Imploro-te que venha tuas dores comigo repartir.
Santiago Belmont
Enviado por Santiago Belmont em 29/09/2007
Código do texto: T673620
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Santiago Belmont
Maceió - Alagoas - Brasil, 25 anos
42 textos (1608 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 07:21)
Santiago Belmont