Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CANTO DO FOGO

O fogo desmaiou quando eu adentrei;
Cantando sabedoria num tom de poesia;
Para a prudência não me deixar sozinho;
Porque não vivo em miragem com anseios.

Ó fogo fátuo, levanta-te dessa brasa;
Entra no meu compasso, mostro-te imagens!
Pois sabes o porquê de tantas perguntas;
Abraçadas no abraçador mundo fatigante.

Se hoje sou a doce aurora na boca do luar;
És em mim o fel que ao cismar pega fogo;
Lançando-se em larvas uma resposta de adeus...

Não seras o único a ludibriar meu coração ateu;
Nessa despedida de entradas saídas, emergência!
Somos o ermo da planície em labaredas solitárias.
Sérgio Gaiafi
Enviado por Sérgio Gaiafi em 08/11/2019
Código do texto: T6790453
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Gaiafi
Campina Grande - Paraíba - Brasil, 53 anos
1093 textos (6781 leituras)
7 e-livros (92 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/19 23:42)
Sérgio Gaiafi

Site do Escritor