Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A BELA E O ESTOPIM CURTO SONETO 4 - (AMOR)

Amor,decifrei todos os códigos//
Amor,mas ainda tenho  muito medo//
Seu estopim curto ameaça de fato//
Pode explodir no meu endereço//

Amor,vc é muito desejada//
Rapazes bonitos no seu MSN//
Não poderia subir  íngreme escada//
ainda temo aqueles  fortes  ventos//

Portanto,ficarei aqui solitário//
Alguém me amará de verdade//
Com certeza não será tão bela//

Mas ,terei paz no meu território//
Amarei com o canto dos pássaros//
Serei ,com folgas, o galã da novela//



cadê meus projetos que não andam,os clientes me cobram....os textos demoram de ser feitos,demora para agradecer os gentis comentários....
alguma coisa saiu do lugar,nesses dois meses de recanto....meus filhos reclamam,d.encrenca também diz que casei com as "negas " da net...
tenho chegado tarde na loja...Deus,por quê gosto de escrever...?
Zeca Repentista
Enviado por Zeca Repentista em 05/10/2007
Reeditado em 28/10/2007
Código do texto: T682241

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zeca Repentista
Juazeiro - Bahia - Brasil
470 textos (27617 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 00:49)
Zeca Repentista