Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bênção de Deus

Que nunca o mal domine entre vós,
Sejam contadas todas as santas horas,
De um baluarte de quem recorre a nós,
Sejam divinas como passa e se oras.

Bênção do pai eterno como ventre,
De esmerar com fosse uma esmeralda,
De colher o amor como fosse geada,
De alegrar-se quem o ventre espere.

O período de quem se auto bem faz,
De desejar o bem todo que o traz,
De animar a paz assim faras.

Um mundo elevado aos céus,
Do mesmo ser se for aos seus,
Assim tornando o ser que casarás.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 15/01/2020
Código do texto: T6842410
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
2456 textos (9041 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 09:22)
Gumer Navarro