Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONTRIÇÃO

CONTRIÇÃO
Quero mergulhar no teu olhar azul
morrer pregada no teu corpo em cruz
Deixar meu corpo na tua alma
branca pele tão cheia de luz
Da clareza pura do teu ser
quero buscar a minha calma
resgatada na tua certeza
de querer a mim somente
e me render ao teu amor
definitivamente
Vou me despedir do medo
vou acreditar nas suas palavras
vou derrubar minhas muralhas
e deixar acontecer...
Que tua verdade me consuma inteira
Vou abrir os braços e me entregar
abrir a porta pra você entrar
Chega de dor e de procura
Sacrificarei no teu altar
minha incerteza e amargura
Deixarei então anoitecer...
Que esse fino orvalho
batize nosso amanhecer
E acordarei em você
doce promessa de renascer
Porque teve a coragem
de gritar ao mundo o seu amor
Vou acreditar...
JUNO
Enviado por JUNO em 10/10/2007
Código do texto: T688153
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
JUNO
Mairinque - São Paulo - Brasil, 49 anos
45 textos (2031 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 03:23)
JUNO