Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O doido são

Houve homens que creram ser possível
Tratar da loucura com o trabalho.
Sem demora tomaram um atalho
E fundaram asilo compatível.

Sucedeu na estreia o indizível,
E que, por tal motivo, não detalho:
Dezenas eram que, em atrapalho,
Conduziam, de modo implausível,

Carrinhos-de-mão repletos de fragas.
Apenas um trazia o seu virado.
Tive de, então, supreso indagar:

– "Por que tão estranhamente divagas?"
E o doido: – "Pois se trago desvirado
"Botam as pedras p'ra eu carregar".

(Baseado numa estória do saudoso Ariano Suassuna: https://www.youtube.com/watch?v=PIWbrbcjkw0).
Rodrigues Aires
Enviado por Rodrigues Aires em 01/04/2020
Reeditado em 01/04/2020
Código do texto: T6903129
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Rodrigues Aires
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 23 anos
16 textos (190 leituras)
1 e-livros (13 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/04/21 15:48)
Rodrigues Aires