Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Enquanto ausente

Por quais caminhos seguir, por qual desvio
se o desafio consiste em resistir
ao não sentir, ao não viver tão frio
e ao desvario que insiste em não partir...

E de fármacos cheia a consciência
nega a carência da própria vontade
em que a verdade esvai-se e é só ausência
e perde a essência e a própria humanidade.

A vida é isso, em síntese, comédia
e na tragédia é que eu me faço rir
por não fugir à lógica da média:

Eu meio igual, normal ou meio louco
e ainda por pouco um ser ainda presente
enquanto ausente estar... sem ser tampouco.
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 14/10/2007
Reeditado em 14/10/2007
Código do texto: T693790
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10866 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 18:24)
Poeteiro