Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTRESSE
 
Meu dedo está pequeno de tanto discar
Pro teu celular mudo que nunca me atende
E nunca se preocupa nem me compreende
Nas horas que a saudade manda eu te ligar.
 
E isso me perturba e me faz tanto mal
Que quando eu te aciono, deitado na rede,
Atiro muitas vezes o meu na parede
Quando o teu celular cai na caixa postal.
 
No dia que eu pegá-lo vou abri-lo ao meio
E embora que tu aches esse gesto feio
Eu vou botar um ponto final nessa zorra...
 
Até que tu te toques e dê atenção
Retornes pelo menos uma ligação
E quando eu te ligar atendas essa porra!
 
Nizardo Wanderley
Enviado por Nizardo Wanderley em 15/10/2007
Código do texto: T694629

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nizardo Wanderley
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
679 textos (93000 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 12:16)
Nizardo Wanderley

Site do Escritor