Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TELHADO DE VIDRO

Se tive deslizes,-(mas quem não os teve?)
Hoje sou cicatrizes de raros deleites!
Fui trilha fechada...pelas matas da vida,
Fui cerradas cortinas, das vãs fantasias!

Se tive alegrias-também fui a agonia
Dum telhado de vidro...de portas entreabertas!
Fui caminho truncado qual sonho abortado,
Casa abandonada...fui cidade deserta!

Se carrego no peito só cenários arredios,
De cenas fantasmas mal interpretadas...
O meu peito que é célere... é também fugidio,

Pulsa um coração...só de portas trancadas!
Sou qual velho teatro, cujos dias de glória,
Se esvaecem no tempo...a encenar a memória.

MAVI
Enviado por MAVI em 16/10/2007
Reeditado em 17/10/2007
Código do texto: T696625

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5468 textos (343110 leituras)
994 áudios (87130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 13:29)
MAVI