Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O corpo amado dela

O consciente se faz planta,
De cada cerne dor dormente,
E com um creme descendente,
E de cada hora uma giganta.

O corpo amado por bela,
O corpo amado sendo ela,
Serenatas de vozes coerentes,
De surgir o afeto de concorrentes.

O corpo amado como fosses,
De cada momento precipício,
E o momento se faz poente.

E mesmo assim rapaz doente,
De crivos de tiveres lugares,
De caatingas e matas ciliares.
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 16/09/2020
Código do texto: T7064701
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 37 anos
5316 textos (17291 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 20:50)
Gumer Navarro