Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANTOCHÃO

Eu jamais deixarei de cantar o amor..
Seria... como amputar uma parte de mim!
Posto que me permeia... seja aonde eu for
Eu o semearei...qual se replanta um jardim.


Eu o rejubilarei no infinito do tempo...
E a todo momento dele farei oração!
O pulverizarei pelos quatro ventos...
Pelas trincas que o tempo fez no meu coração.


Nas lacunas das idas...no interior das feridas...
O amor me dá vida!- é ungüento eficaz!
E não há contra tempo, ele é meu  fermento!


Que me faz só crescer...com a alma em paz.
Eu não renunciarei ao meu renascimento
Ele é meu canto-"chão"...o meu grito tenaz.

MAVI
Enviado por MAVI em 24/10/2007
Reeditado em 24/10/2007
Código do texto: T707353

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
CANTOCHÃO - MAVI
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5468 textos (343093 leituras)
994 áudios (87130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 05:25)
MAVI