Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOVOS ARES

Longe de ti, tudo é penoso qual tortura,
Nem mesmo o tempo tem o seu curso costumeiro,
Não há como fazer o dia ser ligeiro,
Desce sobre mim o manto da amargura...

Como eu quisera ter-te aqui o ano inteiro,
A iluminar, com teu brilho, a noite escura,
Sem a saudade, que minh¿alma enclausura,
Fazer-me teu inseparável companheiro...

Resta-me aguardar o momento de voltares,
Envolvendo-me no prazer do teu carinho,
A que se faça permanente a alegria...

Um no outro, escreveremos a poesia
Que, de desejo, preenche o nosso ninho,
Propiciando, à nossa vida, novos ares.


Bom dia, amigos.


Ótima quarta, Deus os abençoe. Bem-vindos à NOSSA página.


Obrigado, Helena, pela bela interação.



JURA DE AMOR

Eu te quero, eu te desejo
ao meu lado o tempo inteiro,
sem queixumes, sem ciúmes,
vai janeiro, vem janeiro.

Sente quão doce o meu beijo,
pontilhado de carinhos,
eu e tu agarradinhos...

Não me importa a noite escura,
quero ouvir a tua jura.

Jura de amor, por favor.
(HLuna)
Mario Roberto Guimarães
Enviado por Mario Roberto Guimarães em 31/03/2021
Reeditado em 31/03/2021
Código do texto: T7220135
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Mario Roberto Guimarães
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
2549 textos (283840 leituras)
6 áudios (1117 audições)
1 e-livros (721 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 12:54)
Mario Roberto Guimarães