Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Rosa dos Anjos

Ó Rosa que no Céu estás plantada,
Rosa alva dos meus sonhos arrancada.
Tens a cor da bela nuvem em claro dia,
perfumando os céus azuis da Fantasia.

Ó Rosa santa, das flores mor-rainha,
tu perfumaste o jardim da vida minha.
Triste Flor na primavera colhida
por quem de inveja me roubou a fé na vida.

Etérea Flor, se sem querer foi que partiste,
foge do teu anjo guardião nalgum descuido:
quem te quer mais que o Céu na Terra existe.

Que ma levassem nada fiz por merecer.
Vem, Flor nívea, derramar teu santo fluido,
no jardim que sem teu pólem vai morrer.
Remisson Aniceto
Enviado por Remisson Aniceto em 07/11/2007
Código do texto: T727212
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.sitedoautor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Remisson Aniceto
São Paulo - São Paulo - Brasil
32 textos (2838 leituras)
1 áudios (19 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 10:05)
Remisson Aniceto