Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÂNCORA

             
Sou um mar represado por cerradas comportas
A oscilar minhas ondas em tenaz vai e vem!
Eu nunca acreditei que das águas...a revolta
Poderia apartar, qual a dor que apartei!

Sou o alto oceano...mar de águas profundas...
Uma constante luta sempre a me agitar,
Se aqui na poesia sou um mar que reluta,
Na realidade...sou eu a me represar!


Eu me nego a mim mesma...numa força grotesca,
Que balança as comportas da minha emoção,
Mas se aqui eu navego...num ritmo compassado


Desacato às ordens da minha dura razão!
Coração que se agita...mas navega na sina...
A sempre se atracar nas ondas da paixão.



MAVI
Enviado por MAVI em 07/11/2007
Código do texto: T727236

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
ÂNCORA - MAVI
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5466 textos (342936 leituras)
994 áudios (87130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 17:39)
MAVI