Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ainda por amor


Se és, dos passos meus, o rumo certo;
se és, na escura noite, a estrela-guia;
se és a minha fonte no deserto,
não sou nada de ti, como eu queria!


Se és, da minha vida, o livro aberto;
se és, desta canção, a melodia;
se és o meu amor, não sei ao certo,
mas não sou nada além do que eu diria...


Diria que eu te amo e que, talvez,
daria tudo meu pra que sentisse
que tu me compreendesses uma vez;


e então me perdoasses a tolice
de dar-te tanto amor de uma só vez,
ou dar-te mais amor, se inda existisse...
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 13/11/2007
Código do texto: T734982
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10866 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 12:19)
Poeteiro