Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INGRATA

Devasta a minha vida como um furacão,
Tira a felicidade que eu sempre quis ter,
Joga na lama fétida meu pobre coração,
Condena meu grande amor e o faz sofrer.

Você é uma ingrata sem dó e compaixão,
Foi muito azar quando quis te conhecer,
Vive no vazio da amargura e tem o prazer
De me ver humilhado, caído sujo no chão.

Você é um oceano de martírio e infelicidade.
Por onde passa só deixa angústia e maldade.
Maldito seja a tua famigerada ingratidão.

Não se despreza a mão que sempre afaga.
Amor imenso com amor sublime se paga.
Você não merece o meu bondoso coração.
Carlos Melgaço
Enviado por Carlos Melgaço em 15/11/2007
Código do texto: T738864

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Melgaço
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 60 anos
1152 textos (33864 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 23:08)
Carlos Melgaço