Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aquele dia...

Amo o soneto enquanto houver o sonho
de haver outro (mais justo) e diferente mundo,
menos afoito, menos iracundo,
menos grosseiro, menos enfadonho...

Enquanto houver espíritos no culto
às Belas-Artes, ao bom gosto, à fé,
aos unicórnios e a São José,
a terra há de ofegar cada ente estulto.

A terra há de abrigar florestas novas;
há de crescer o sólido vergel;
há de abrir flores grandes como o mar;

há de sorrir lágrimas de outras trovas;
há de fulgir o arco-íris no pincel
de um Deus que é Pai, que é Mãe - e que é Pomar...

Marcelo Moraes Caetano
Enviado por Marcelo Moraes Caetano em 30/11/2007
Código do texto: T758625

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (MARCELO MORAES CAETANO). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Moraes Caetano
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
246 textos (13425 leituras)
87 áudios (5959 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 11:46)
Marcelo Moraes Caetano