Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
       
          

           Ah! quem me dera...



Ah! quem me dera,quem me dera
Lançar-me ao infinito com coragem
Verter lágrimas infinitas ....voragem!
De um ser que vive de pura quimera!

Encobrir os sonhos em puro cetim
Enxugar as lágrimas no puro algodão
Vendo sangrar fluente o coração
Aguardar a dor no seu climax, enfim!

Rasguem as bandagens, sequem a ferida
Malditas sejam todas, até as benditas
Que tentam salvar o destino...em vão!

Porque a dor que toca o meu coração
Buscando sanar e sarar as feridas
Não encontra paz, nem a sua guarida!



Um sábado mágico para todos...PAZ!
Imagem do site google
http://rubeniamr.blogspot.com/2007/10/metade-
oswaldo-montenegro-que-fora-do.html










Sônia Maria Cidreira de Farias
Enviado por Sônia Maria Cidreira de Farias em 01/12/2007
Reeditado em 04/10/2008
Código do texto: T760049
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sônia Maria Cidreira de Farias
Jequié - Bahia - Brasil
2945 textos (222614 leituras)
1 e-livros (1013 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 17:13)
Sônia Maria Cidreira de Farias