Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Casa de poeta 


A minha casa, é uma casa bem modesta,

mas pra mim e a mais rica das mansões.

Sem luxo, ou riquezas, tudo é tão simples.

como simples é... A, alma do poeta.

 

Pelas paredes fui escrevendo poesias

e homenagens, que me foram prestadas.

Como uma tela eu pintei na natureza

toda a beleza das noites enluaradas.

 

Na varanda tenho uma cadeira preguiçosa

onde sento, no final do dia para meditar,

e agradecer a Deus... Por este paraíso.

 

Um verdadeiro oásis de paz e tranqüilidade

entre anjos e poetas, a olharem por mim,

nesta casa, onde Deus abençoou a poesia!

 

 

Balneário dos Prazeres: 13 / 02 / 2008

 

 

 



Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 15/02/2008
Reeditado em 15/02/2008
Código do texto: T861267
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
2317 textos (155553 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/21 18:45)
Volnei Rijo Braga