Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tautograma em P (Rondel)

Poeta parabeniza pelo palpite poético.
Pedintes pálidos parados pranteiam.
Pitorescas portas, paisagens públicas.
Prazeres profanos, palácios, paqueras.

Predicados pagãos, palcos, paixões.
Papoulas pequenas, pardais paparicam,
Poeta parabeniza pelo palpite poético.
Pedintes pálidos parados pranteiam.

Parati perplexa, paradoxal paradigma
pintam pedaços precários parlatórios.
Paralisado, plebeu permaneceu prostrado.
Pequeno pintassilgo percebe palavreado.
Poeta parabeniza pelo palpite poético.
Alberto Valença Lima
Enviado por Alberto Valença Lima em 05/02/2018
Reeditado em 05/02/2018
Código do texto: T6245820
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Alberto Valença Lima
Recife - Pernambuco - Brasil, 67 anos
907 textos (110978 leituras)
7 áudios (492 audições)
8 e-livros (385 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/18 22:24)
Alberto Valença Lima

Site do Escritor