Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOCIOLOGIA ALTERNATIVA DO ENXERTO DO HOMEM NA VIDA

SOCIOLOGIA ALTERNATIVA DO ENXERTO DO HOMEM NA VIDA

 
 
Eu estou em uma conversa com artefatos e contribuiu para uma plenitude mais realista que hoje podemos distinguir como uma controvérsia a vida socialista que talvez esteja passando por uma classificação de idéias e emoções em que todo mundo que nem sempre vê e vê que a Simplicidade tem vagado sobre o preconceito humano que é a pura realidade que emana dos humanos que estão sempre adquirindo uma clarividência a partir do final do pouso e sempre impele os claros e iluminados a saber que a vida não tem como consertar a severa e severa punição do egoísta e realista que sempre deprimiu o ser humano na vida sobre um ponto obscuro e obscuro de ver na ganância o poder da devastadora ira que tem sobre os mortais que sempre distorceram as leis de certas doutrinas que nós simplesmente não nos devotaríamos nas praias da vida saliente que adormecemos pela circunstância da vida que parece ser feita para nos acordar e simplesmente fazer nós sofremos para compreender e adquirir a idéia de que estamos andando e indo de acordo com nossas intenções por sentimentos fracos a cair em depressão na borda da vida em uma realidade opressiva para conter e ser feliz como amor, conquista e prazer e são ditos a estar em certos modos de vida feliz.
Quero falar de uma conquista do amor que poderíamos dizer com justiça que estaríamos simplificando com afeição e amor a natureza de um ser humano que por meio de desequilíbrios não pode aperfeiçoar-se para certos fins porque tem uma natureza que está muito longe de serem os direitos da sobrevivência humana de qualquer um para ver a vida talvez em um declínio e sublimação de certos empreendimentos que sempre encontram na vida certos preconceitos ou idéias que não são inacabadas à discrição de outros que simplesmente absorvem essa natureza como conquista e vitória de uma emoção que entre os esforços foram desenhados sobre as realidades da vida  sobre tais preconceitos e opressões de amor e ódio que a sociedade pode não ser capaz de compreender se não passou no mesmo teste de sobrevivência que nós certamente veremos todas as conclusões da vida para nos submetermos a tais exigências de obrigação que deveriam ser impostas no dia seguinte a deveres do dia a dia.Um dia para mostrar como é a vida Isto é particular de alguém que está sempre tomando do fundo da minha mente certos entendimentos que nada têm a ver com a liberdade natural que a vida prova para nós que chamamos o céu socializado em normas de poder e justiça que podemos simplesmente chamar de classe e domínio superlativos. pensamento social sobre a nossa maneira de pensar e agir sobre o mundo que pode ser frustrado pela nossa ganância de que tudo é feito e há como uma contribuição socializada de nossas vontades para ser o que queremos e adquirimos o que fazemos porque o mundo é predominância de fatos e idéias que ocorreram drasticamente sobre o nosso esforço para ganhar ou perder para nos dar uma idéia do que estamos fazendo em nossas vidas que classificamos nossas ações do dia-a-dia por um certo período de tempo que nos ensinou a ser consistente com nossas vidas e desastrosa com a nossa vontade porque tudo está contido como um triângulo socialista em que as classes estão empenhadas em certos exercícios e trabalha em favor da vida e da nossa razão de viver porque estamos idealizado pelos nossos realizações, fantasias e sonhos que nos fazem pensar que a vida pode completar-nos certos prazeres para viver, conquistar e construir como uma melodia estática e impulsiona todas as coisas da vida, tornando a nossa compreensão voltada para a constante sabedoria de um pensamento progressista Colocando algo de valor e substancial em nossas vidas como uma máquina que nos alimentará de cada objeto ou sistematicamente uma ação criativa de nossas existências, que pode ser o verdadeiro valor de nossas vidas no qual podemos usar como veículo constitucional de nossas ações de valores o poder, resistências ao longo de toda a vida para ser assim transformadas todas as nossas criações em um mundo fantástico e duradouro que prosperou no futuro como uma dinâmica de nossos pensamentos e sonhos que transformamos nossos sonhos em realidade que é basicamente proporcionada nossa imaginação de ver o mundo isso está sempre obscurecendo algo superficial sobre nós talvez por falsas teorias sentimentais em uma fração do pensamento que talvez mude o mundo ou crie algo substancial na vida moderna como raízes secundárias de uma nova estação que o homem possa ter domínio sobre seus dispositivos que estão deslumbrados de sonhos e fantasias da juventude que podem nos guiar para o futuro como uma arca de prazer e o poder da criação sobre uma relatividade de fábulas e funções íons de viver a vida e dar vida a certas criações e imagens e realizações que finalmente lançam luz sobre todas as formas de poder no mundo, tanto em seus relacionamentos positivos quanto racionais, devido ao crescimento idealista do ser humano em seus aspectos mais desejáveis de ver e vão conquistando a vida e seus limites como uma emanação de certas cerimônias de conhecimento que poderíamos classificar como quinta essência e oitava maravilha da vida por ser extraordinária de grande capacidade para o homem moderno que tem a meta de ver a vida pensando no futuro como a primeira classe a valorizar seu progresso que a sociedade não pode ver hoje como no passado que sempre nos formalizou de certas maneiras sobre incríveis descobertas que também o homem pode ter em seu papel um grande desenvolvimento industrial que a engenharia pode ser mais surpreendente hoje do que antes podemos dizer que o homem foi a lua e conquistou o universo teoricamente nos ensinando seus aspectos e estações sobre certas e relevantes transformações que foram registradas até hoje a passagem do homem na terra que nós somos mestres e estudantes de várias metafísicas e morfologias que a ciência está num contexto de reação de subsistência do homem na Terra em uma variedade superlativa de deveres extraordinários que a mecânica da vida sempre exige em suas destemidas frações alquímicas que nos consagraram ao conhecimento de uma nova hera em que várias coisas são fabricadas em certos momentos e ocasiões que podem nos disfarçar da existência e criação de nossas vidas na terra e seus elementos que são basicamente usados como produtos químicos para certas indústrias que popularizaram nossas realizações e fizeram o comércio para a melhor sociedade de vendas de todos os países que descrevemos como química de todas as coisas ou espírito e alma da vida que nos dão melhor núcleo de nossas relatividades com a terra e com a vida estabelecendo um papel importante em nosso planeta que ainda nos surpreendemos com suas extensas variedades Elementais sobre toda a natureza ficando o homem como descobridor da vida em seu propósito de viver e morrer como relação entre a vida e a morte por um amadurecimento de alternativas sobre a vida que tentamos aprofundar em cada reação e relação socialista que poem o ser humano em sua metamorfose e estímulo que o fez crescer, desenvolver e criar certos caminhos para progredir socialmente de vida que poderia ser um tormento como sempre lhe introduziu suas reações naturais como naturezas opostas que sempre desafiaram a inteligência sobre sentimentos e pensamentos do ser humano que sempre lutou e reagiu como lutadores em uma arena mais ou menos simples de conquistar que está sob a definição e ponto de trabalho do homem idealista, sonhador e trabalhador que sempre viu a vida como uma escola de aprendizado na qual seu papel sempre foi o de desempenhar sua natureza sentimental ao máximo e a restauração localizável aponta uma imaginação da vida sobre seus aspectos que talvez a educação exilasse sempre como mandamento e classificação socializada em um círculo fundamentalista do homem sobre a vida e a vida sobre o homem que podemos ver hoje e sentir que suas idéias são suficientes de criatividades que geraram o poder sobre suas realizações de caridade que o fizeram prosperar pelo mundo de imaginações e criações de sua própria mente se tornando sua imagem de conquistador que sempre foram guardadas como memórias de uma conquista e criações de intermináveis papéis superlativos na sociedade que vemos hoje como a natureza das coisas que sempre dão vida a certos modos de saber cada detalhe e qualidade que chamamos de natureza social que classificamos sobre certas ideias de nossos pensamentos que formalizamos como o tema da criação em que procuramos as letras em verso e poema de transformações químicas que se materializaram em fórmulas que chamamos de criações sensoriais conservadoras e será usado no cuidado social que Vamos entender logicamente que a compreensão do homem sempre foi cultivar suas sementes como estando sob o poder de estabelecer certas funções vitais que podem surgir de uma máquina criada ou de um vapor de água em um vento que na física podemos distinguir suas capacidades e funções e medidas que devemos desfrutar para realizar algo que seja satisfatório para o homem que vê a ciência como o produto da vida que estabelece certos padrões científicos que podemos obter o melhor funcionamento de uma máquina ou variedades no tempo que pode variar entre vários aspectos naturais como os quatro elementos da natureza como o ar, a água e o fogo que é absorvido e difundido pela ocasião da vida em que podemos aproveitar em cada fluxo uma criação que faz e foi uma transformação em nossos corpos ou materias que exploraram em mente para nós e podemos conquistar totalmente sua intensidade ou eternidade como um transformador das energias físicas e materiais que se formaram em algo substancial a vida do homem sendo um exemplo de criação que na lógica e ciência tudo é completado e projetado também como o sentimento pode criar ou sentir e também o pensamento que ele pode dar continuidade e vários aspectos em suas transformações bem como podemos classificar a vida em variedades de tempo que seriam todas sujeitas ao efeito elétrico e tudo é transformado em matéria ou espírito que é e se origina da menor fração de um elemento em um elemento que forma a vida sobre a existência e subsistência da criação em que o homem é o fruto da criação como sua natureza que classificamos a mente chamamos as relatividades da vida em que toda a existência está em certas bases da vida fazendo o homem criativo conhecer a vida e a existência da vida do homem em que vamos socializar seus meios culturais e socialistas como um exemplo de transformações e criações de uma relatividade pessoal e cultural em que podemos entender a verdadeira história do homem que nasceu, viveu e morreu sobre uma socialização de fatos e criações de sua vida e deixando a conquista do homem na terra como um exemplo da construção e evolução da existência socializada sobre a vida como educação, trabalho e conhecimento e falaremos sobre a maturação e criação do homem na terra.
 
 
Por: Roberto Barros            
ROBERTO BARROS XXI
Enviado por ROBERTO BARROS XXI em 10/08/2019
Código do texto: T6717050
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ROBERTO BARROS XXI
Olinda - Pernambuco - Brasil
542 textos (28678 leituras)
81 áudios (1883 audições)
36 e-livros (574 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/19 09:10)
ROBERTO BARROS XXI