Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desespero

Como é difícil ser sentimental
Já não sei como compreender
Desta doença voraz já me contagiei
E agora só o ouro me tira um sorriso barato

Oh meu Deus se ai estiver
Diga-me o que fiz para isto merecer
Meu grito é silenciosamente abafado
Meus sonhos já não dizem boas coisas

Querem me levar junto com eles
Enfraquecido não sei como resistir
Oh meu Deus se ouvires, me mande aviso
Ou então meu sofrimento faça sumir

Grande epopéia humana
Que vitória fascinante
Seu sorriso falso e amargo
Só aguça minha vergonha

Podre vida
Podre domingo
Medíocre pensamento
Sou eu o errado então
Apenas mais um louco na multidão

Sozinho é meu fim ilusão.
Bardella
Enviado por Bardella em 03/12/2006
Código do texto: T308057

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fábio Bardella). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bardella
São Paulo - São Paulo - Brasil, 31 anos
9 textos (387 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 12:27)
Bardella