Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EM DEFESA DA LUA

Inocentemente nua,
a lua saiu na rua
Não lha sentarão a pua,
ela será minha e tua!

(Aldo Lopes)


===================================================

Agradeço a solidariedade dos amigos, poetas e poetisas que, através de inspirados versos, saíram às ruas em defesa da lua:


Quem castigará a lua
por tão nua desfilar?
Nem minha mão, nem a sua...
há de a lua tocar!

(Zélia Nicolodi)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

                                                Tão linda e faceira
                                                está a lua a brilhar
                                                Desço feliz a ladeira
                                                e me ponho a cantar...

                                                (Regina Bertoccelli)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

A lua veio pra rua?
O motivo até já sei.
Veio ver se encontra o sol.
Nem nua!!!Pois ele é gay

(DEIXA PRA LÁ!)
(Parte pra outro, lua!)

Pegue a cauda de um cometa.
Mude a sua direção.
Só vence aqui, quem tem treta,
cuidado no calçadão!

(Salete)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

                                                A Lua tão Nua
                                                para transparecer seu brilhar
                                                Ilumina o corpo da amada tão tua
                                                quando esta a te amar

                                                (A FLOR ENIGMATICA)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Aldo Lopes...o povo tá maluco
Aldo Lopes...o povo tá invocado
viram a lua fugindo nua
com o guarda do mercado

(Zeca Repentista)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

                                                Esta noite olharei a lua
                                                Ela será minha e tua?
                                                Que nos importa estar nua
                                                mesmo que esteja na rua!

                                                (Anaclara Ribeiro)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

São Jorge
Vejo na Lua
Ele a defende
De quem a ofende
Donzela é
Mesmo NUA...

(Vanuza)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

                                                Divina e mágica Lua
                                                do Poeta a inspiração!
                                                De minha janela, eu nua
                                                invejo o teu clarão!

                                                (Milla Pereira)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Montado num cavalo branco
São Jorge dentro dela está
Com uma lança mata a serpente
Pra do perigo se afastar

(Edson dos Santos)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

                                                Partilho a Lua contigo,
                                                sendo de todos melhor,
                                                todos seremos amigos,
                                                ela seja do Senhor!

                                                (Francisco Coimbra)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

A lua, mesmu nua
iluina cada beju trocadu
bejus docis e molhadus
iscondi cada gimidu
cum prazê sintidu
As veiz inxerga inté prazê
dus casais mais iscundidus
intão vâmu protegê a lua
mêmu sainu na rua
A lua toda nua.

(Poeta Caipirinha)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

E bem que eu pedi não coloquem mais um "L",
a lua há de chorar, pois Lula não quer virar
e em defesa da lua estou a implorar,
tirem esse "L" e deixem a lua nua e bela ficar
ou meu pedido irei ratificar.

(Ana Karênina)


===================================================

Vou pegar minha perua,
que não é nenhum corcel
Antes que ela me exclua,
viajo em lua de mel!

(Aldo Lopes)

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

                                                 Viajar em lua de mel?
                                                 Isto é coisa do passado.
                                                 Hoje, se vai ao motel
                                                 Pra dançar um funk irado!

                                                 (Sônia Maria Cidreira de Farias)



Aldo Lopes
Enviado por Aldo Lopes em 05/09/2007
Reeditado em 12/09/2007
Código do texto: T639357

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Aldo Lopes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aldo Lopes
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
416 textos (38048 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 01:41)
Aldo Lopes