Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia

Poesia, sensibilidade e emoção desenhada no papel
Obra-prima do homem, Deus da palavra
Expressando vida, forma mais pura da criação
Suaviza os corações dos homens apaixonados
Inspira paixões...
Abranda a vida

***

Sinônimo de poeta, para mim, é Mario Quintana. Foi este velhinho [na época em que o conheci era um velhinho lindo, de cabelos brancos] que me fez amar com tanta força esta arte. Quando era adolescente e me perguntavam quem era meu ídolo, respondia: Mário Quintana [aposto como imaginaram a cara do meu interlocutor... em que banda ele toca?! Hahahaha]. Era, sim, meu ídolo, e ainda é, pois foi ele quem me fez chorar pela primeira vez ao ler uma poesia. Foi na morte dele que chorei, pela primeira vez, por alguém que não conhecia pessoalmente, mas que, ao mesmo tempo, tanto conhecia de sua alma.
Por isso hoje, no dia da poesia, desejo homenagear este e todos os poetas que sonham, amam, vivem e escrevem a vida. Continuem criando emoções e encantando o mundo com sua arte! Muita sorte!
Caroline Schneider
Enviado por Caroline Schneider em 14/03/2006
Código do texto: T123021
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Caroline Schneider
Curitiba - Paraná - Brasil, 38 anos
286 textos (26218 leituras)
8 áudios (3057 audições)
5 e-livros (5008 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:38)
Caroline Schneider