Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda


24/07/17 09:07 - Silvino Potêncio


De vez em quando me vem aquela nostalgia (sem saudosismo exagerado mas com muitas saudades!) e vou revivendo inspirações da  minha Juventude... dos meus Vinte anos vividos no "Século Vin-te" buscar para irmos para o meio de coisissima nenhuma que é  tudo o que resta além da obra que cá deixamos até ao final dos tempos!  
Obrigado pela visita a minha página!
www.silvinopotencio.net
 
24/07/17 04:26 - Jorge Gomes Oliveira
MELODIA NO PARAÍSO
Um por do sol observaste

Com tons de amarelo e vermelho
Pássaros e rebanhos se deleitam com tal beleza
O calor da natureza
O som da natureza
O som da vida
Vindo de um paraíso longínquo
Onde encontrá-lo-ei?!!
Será só nos sonhos?!
Não.
Não poderá ser
Árvores que crescem
Animais que se alimentam
Aves com canto de pureza
Pureza sinônimo de alegria
Alegria sinônimo de prazer
Prazer
Prazer
Onde estará esse verdadeiro ser?
Ser imaculado que observas este paraíso,
Onde estás tu?
Mostra-me o caminho
Porque um paraíso é como um sonho.
23/07/17 22:50 - Poeta Cláudia Machado
Sapatos envelhecidos

Levo na mala muitos livros
Palavras comunicadas...
Peso intenso
De grandes certezas
Eruditos inquestionáveis
Levo a mala ou a mala me leva?
Rendida pelo cansaço
Descalço os velhos sapatos
Que parecem apertar
Resolvo sentar.

Sem me dar conta
De quanto tempo se deu
Levanto-me 
Adentro-me num rio,
preciso me banhar
E o sol se faz alto
Não vejo mais estradas
E a mala que eu carregava?
O que vejo 
É imagem que o tempo
Trabalhou em desgastar
Sapatos envelhecidos
não há mais o que calçar...
Mergulho nas águas do rio
Sem a necessidade de retornar.

Cláudia Machado
21/7/17
23/07/17 21:23 - Lenardo dAlves
Olá. Textos meus, novos e trabalhosos aguardam seu feed back, crítica ou opinião. Me será um prazer. Fiquem a vontade. Abraço a todos e uma ótima semana. 
23/07/17 21:18 - Gedeane Costa

Boa Noite,
Leiam algumas de minhas poesias:
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/6059622
Amor-borboleta
A chuva que cai lá fora
Cebola
Chove
Sentimentômetro
Obrigada.

 

 

23/07/17 20:20 - Alexandre Ivanovski
 
Resultado de imagem para gif isola
A ilha
Era uma ilha redonda e pequena, como se tivesse sido criada para um só homem. Havia nela um homem e um coqueiro, em uma circunferência de três metros de diâmetro entre uma praia e outra. Dormia sob as estrelas estirado sobre a areia e comia coco. Quando tinha sede, saciava a sede com água de coco.
Estava ali a tanto tempo que havia perdido a conta dos anos que se passaram. Lembrava-se de que havia sido um náufrago, único sobrevivente de uma pequena embarcação de pescadores. E pensava volta e meia em sua mulher e filhos: estes já não mais existiam no dia-a-dia do homem de quarenta anos de idade, mas não os esquecia.
Sua rotina era certa, e por isso seus dias eram iguais. Acordava, comia e bebia do coqueiro da pequena ilha e tentava com uma pedra pescar de uma só tacada um peixe para o almoço. Às vezes conseguia, e esses dias eram especiais. Com a madeira e a palha do coqueiro aprendera a fazer fogo, então havia dias em que cozinhava peixe.
Os dias de chuva lhe traziam água potável que bebia na palma da mão. Mas nestes dias o mar ficava tão agitado que tinha que refugiar-se encima do coqueiro. As ondas grandes lambiam a areia e o levariam consigo, se não houvesse o abrigo do coqueiro. Por isso, não havia em seu pequeno mundo algo que estimasse mais que o coqueiro.
Vivia, portanto, na mais profunda solidão, sem avistar nada além dos peixes, poucas gaivotas que apareciam uma vez ao ano por lá e o coqueiro. Em seus dias mais solitários conversava com o coqueiro. Chamava-o carinhosamente de “amigãozão” e confidenciava-lhe toda sorte de acontecimentos de sua vida.
Em suas lembranças havia o dia em que caiu da bicicleta ao perder o controle na descida de um morro e esfolou a testa no paralelepípedo. Os passantes da rua acorreram, e ele foi levado desacordado para um hospital. Passadas algumas horas e seus pais, avisados por um conhecido, entraram no quarto para cobrir-lhe de ameaças por haver perturbado.
Nada havia de mais distante naquela ilha que um hospital. Decerto, o amigãozão não teria como compreender o que significava um lugar para onde eram levados os doentes para serem cuidados. Mas, assim mesmo, Paulinho (eis o nome do náufrago) contava e recontava a história para o amigãozão.
Também contou sobre o dia em que, durante sua festa de aniversário, enfiou a mão inteira dentro do bolo muito antes dos parabéns, o que lhe valeu uma surra daquelas de sua mãe. Aquele havia sido, provavelmente, o dia em que mais chorara em toda sua vida. Odiara sua mãe e fez muitos planos (que nunca se concretizaram) de fugir de casa.
Entre uma história e outra Paulinho caía em silêncio profundo. Era tomado por imagens, sons e cheiros que haviam restado na memória. Depois recomeçava uma narrativa e não se preocupava se já havia contado aquela história para o amigãozão. Importava apenas que ele lhe ouvisse, o que (tinha para si) o coqueiro fazia atenciosamente.

Mais de uma vez Paulinho tentou fugir a nado daquela ilha. Mas não havia destino ou ponto de chegada para quem saía dali. E as ondas do mar sempre teimavam em trazê-lo de volta para o ponto de partida. O homem nadava e nadava apenas para que o mar o movesse para o ponto de início de sua empreitada.
Sonhava com o aparecimento de um navio no horizonte, e com sorte alguém poderia avistá-lo ao longe, mas aquelas eram águas rasas e os navios costumam navegar em águas profundas. Para Paulinho, não importava em que direção olhasse, avistava apenas mar e nuvens no céu. Sua ilha estava sozinha perdida no meio do oceano.
O homem sabia que estava sozinho com o amigãozão e isso o desesperava às vezes. Uma ou duas vezes chorara copiosamente ao lembrar-se de um cão. Lembrara-se de que tinha um cão em casa, e desejara que Deus pudesse ao menos ter-lhe dado a companhia de um cão para viver com ele naquela ilha.
Depois do choro desculpou-se sem cerimônia com o amigãozão, e explicou-lhe que não achava que a companhia de um cão valia mais que a companhia que encontrava nele, o querido coqueiro de sua terra infeliz no meio do nada. Assegurava que, uma vez que tivesse ali um cão, não permitiria que ele fizesse xixi em seu tronco esverdeado.
Houve a manhã em que festejou a morte dos companheiros do barco de pesca que naufragara. Caso houvessem sobrevivido, não seria possível viverem todos naqueles três metros de diâmetro ponto a ponto da ilha. Além do mais, o amigãozão não daria conta de dar água e carne para todos os pescadores naquele lugar. Que bom era estar só.
No entanto, depois de sua pequena celebração com uma fogueira, arrependeu-se de ter cogitado tais coisas. Todos os seus amigos eram bons homens e Deus haveria de prover a todos caso tivessem sobrevivido – fosse naquela ilha ou em qualquer outro lugar do mundo. A morte presumida de seus amigos pescadores era, afinal, uma terrível tragédia.
E então, ao chegar a noite, acomodou-se com o corpo estirado de costas para a areia e a cabeça acomodada encima de um pedaço de coco. Viu as estrelas que formavam constelações e galáxias, e se acreditou um homem de sorte. No mundo inteiro ele era parte de uma minoria capaz de vislumbrar o universo a olhos nus. Diariamente.
Amigãozão costumava responder a Paulinho quando este contava-lhe suas histórias ou quando formulava perguntas. Era, de fato, o vento que fazia com que o coqueiro balançasse de um lado a outro, quase tocando o chão. Nesses momentos, o homem observava com seriedade o coqueiro e se questionava se o interlocutor era sincero.
Enfim, sem esperança alguma de salvar-se da pequena ilha, aprendeu a viver nela aproveitando-se dos recursos reais ou imaginários que nela dispunha. E aprendeu sobretudo a lembrar-se e compartilhar suas lembranças, de forma a render homenagens àqueles que já não pertenciam mais ao seu cotidiano. Àqueles distantes de sua ilha.
Texto de Alexandre Ivanovski. 110x101
Visite minha página:
www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=64408 
23/07/17 20:10 - João Esdras
Sobre o Futuro

Sinto-me preso
À ilusória perspectiva do porvir,
No qual meu inconstante receio,
Do amanhã,
Induz o hoje
A existir imerso em devaneios pósteros.



João Esdras


(Gostou dessa obra? Contribua com sua opinião nos comentários clicando aqui!
 
23/07/17 19:51 - Markos dos Santos
Gira-Sol(áudio)
Prosa-poética / Compositor: Marcos dos Santos
Parei! Resolvi!
Não seguirei mais adiante,
Permanecerei indiferente
A esses arrepios!
 
Não aceito-te mais!
Não permito a tua razão de existir
E de tornar-te presente
Em meus pensamentos... Meus devaneios!

 

Clik AQUI  e Confira o restante de Gira-Sol
e muito mais em Meus textos e Meus áudios!
 
23/07/17 19:26 - Leonardo Ulhoa
23/07/17 14:50 - Rubens Jardim

com a cabeça pousada
nas pernas da avó
a saia de brocado
pinica a orelha
esquerda.
cantarola salmos e vai à caça
distraída.
o pente-fino é azul.
as varizes na panturrilha dela também.
os dias e a toalha de mesa.
o pente-fino
atravessa meus cabelos de diaba
as crianças dizem diaba
eu nunca digo.
um pouco amansados
(não o suficiente)
com álcool e cravos
nada
enquanto a avó ajeita os óculos,
procura bichos em mim.
a mesma que estoura as lêndeas
as unhas imensas.
como se vingasse
suspeito
o que não caberia na casa.


(poema de NATASHA FELIX(1996) poeta santista, está vivendo em São Paulo e cursa letras na USP. Publicou o zine anemonímia (2016) e tem poemas por algumas revistas digitais e físicas. Os textos podem ser encontrados na Mallarmargens, Medium, Nó de 8, Garupa, Raimundo e soltos em sua página pessoal do Facebook. Natasha Felix está na 95ª postagem da série AS MULHERES POETAS...Se quiser ler mais, clique no link http://www.rubensjardim.com/blog.php?idb=51457
23/07/17 14:06 - oliprest

É JESUS O DEUS TODO PODEROSO?
 
Existem pretensos cristãos que em vez de glorificarem a Cristo trabalham por extinguir a sua luz. E fazem-no dizendo que Jesus não é Deus ou que é um Deus com letra minúscula. Não sabemos a razão desse ódio cego contra o Senhor. Entretanto cremos que o príncipe deste século cegou-lhes o entendimento para que não lhes resplandeça a luz do evangelho.

Como negar a soberania de Jesus se as Escrituras estão cheias de passagens ou citações que dizem ser Ele Deus poderoso? Comecemos pelo Salmo 50, para ver se não é assim.

"O Deus poderoso, o Senhor, falou e chamou a terra desde o nascimento do sol até ao seu ocaso. Desde Sião, a perfeição da formosura, resplandeceu Deus. Virá o nosso Deus, e não se calará; adiante dele um fogo irá consumindo, e haverá grande tormenta ao redor dele. Chamará os céus, do alto, e a terra, para julgar o seu povo. Congregai os meus santos, aqueles que fizeram comigo um concerto com sacrifícios. E os céus anunciarão a sua justiça; pois Deus mesmo é o Juiz." Salmo. 50:1-6. Quem é esse Deus poderoso?

"E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo; para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou." Jo. 5:22 e 23.

Profetizou Isaías: "Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade, Príncipe da Paz." Is. 9:6.

Disse João: "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens." Jo. 1:1-4.

Certa vez trouxeram um paralítico a Jesus e Ele lhe disse: "Filho, perdoados estão os teus pecados. E uns escribas que ali estavam arrazoavam em seus corações: Por que diz este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus! E Jesus, conhecendo logo em seu espÍrito que assim arrazoavam entre si, lhes disse: Por que arrazoais sobre estas coisas em vossos corações? Ora para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder para perdoar pecados (disse ao paralítico), a ti te digo: Levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa." Mr. 2:3-11.

Em outra ocasião disse Jesus: "Tudo quanto o Pai tem é meu." João 16:15. Veja que Ele não disse que tudo quanto Ele tem é do Pai, mas que o que o Pai tem é dele. E mais: "Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou." Jo. 5:23.

Após a Sua ressurreição Jesus foi ao encontro dos seus discípulos num monte designado. E, quando o viram, o adoraram; mas alguns discípulos duvidaram. É assim, no meio evangélico existem os discípulos que creem em Jesus como Senhor, Deus e Salvador, mas existem os que duvidam alegando que só Deus Pai merece adoração.

Queremos lembrar aos duvidosos que o mestre falou: "Todo o poder me foi dado no céu e na terra." Mt. 28:18.
23/07/17 13:54 - walter pantoja teixeira
A lágrima
by Walter Pantoja


www.walterpantojateixeira.recantodasletras.com.br
23/07/17 13:46 - Espirito Santo
                                        "MULHER" (rsrsrsrsrkkkkkkk
                                                (HUMOR)

clique no nome (Espirito Santo) acima citado / clique em (TEXTOS) / clique no (TOPICO) / Leia e Ria (se der), mas deixe seu comentário ! paz e bem !
241 –
Droga não é somente maconha e crack.
23/07/17 12:54 - Amontesferr
EPITÁFIO

Vou rimar, remando no rio
remando , remo em Roma
n'essa vida, que rima a vida
no remado que desengoma.

Remarei, as margens do tempo
tempo assim, de balanços pardo
balançarei, as asas do sentimento
nesse mundo de fundo gago.

Vou rimar ao momento que voa
para rima mostrar-me o poema
rimarei por vida, breve e boa
o epitáfio, que registre o tema.

Antonio Montes

 
23/07/17 12:17 - JUNIOR CAMPOS
23/07/17 12:08 - guido campos
BOM DIA!
Fazia um tempo que não escrevi e novamente as inspirações voltarão e comecei a reescrever minha alma, postei um serie de 6 poesias e quem puder ler, criticar e xingar agradeço. abraços poeticos a todos e boa semana
23/07/17 08:00 - Antonio C Almeida
?id=1246955&maxw=495&maxh=660





























23/07/17 07:43 - Patrícia Pinna
Bom dia,  amigos e leitores.
Agradeço o carinho que possuem com minhas obras.
Sou grata pelos atentos comentários provenientes de uma leitura de águia. 
Para quem ainda não leu e comentou, gostaria que o fizessem em "O FUTURO","RECOMEÇO"e "O SAGRADO".
Tenham uma excelente semana de paz.
Beijos na alma.
 
22/07/17 23:20 - fchagass
174ª DE 500ªs REFLEXÕES: PAUSA PARA  REFLEXÃO  EM  MEIO  A  PAUSAS  –  2  ...

No texto anterior: 173ª DE 500ªs REFLEXÕES: PAUSA PARA REFLEXÃO EM MEIO A PAUSAS... eu disse:

Pensando sobre essa espécie de mania que tenho de escrever (alguns textos ficam vem longos), encontro alguns motivos:

PRIMEIRO – GOSTO DE ESCREVER – ATUALMENTE, LEIO MENOS DO QUE ESCREVO E, AINDA NÃO SEI O QUE PODERIA FAZER (NEM COMO FARIA); SE FICASSE IMPEDIDO DE FAZER O QUE GOSTO DE FAZER...

SEGUNDO – MUITA GENTE JUSTIFIVA NÃO GOSTAR DE ESCREVER (APENAS PORQUE OUTRAS PESSOAS PODERIAM NÃO LER O QUE ESCREVEM – COMO SE FOSSE UM REQUISITO ESSENCIAL PRA QUEM ESCREVE TER QUEM LEIA O QUE OUTRAS PESSOAS ESCREVEM...

TERCEIRO – SEM NECESSIDADES DE JUSTIFICAR O GOSTO PELAS LETRAS (OU REDAÇÃO), ENTENDO QUE, SERÁ PRECISO REGISTRAR O MOMENTO EM QUE ESTAMOS, PORQUE NO FUTURO SERÁ COM O QUE DEIXARMOS REGISTRADO QUE FUTURAS GERAÇÕES PODERÃO CONFIRMAR O QUE ENTENDERAM SOBRE USOS E COSTUMES DE NOSSA ÉPOCA (SE TEMOS INFORMAÇÕES INCOMPLETAS SOBRE OS ANTIGOS, PODE SER (SIMPLESMENTE PORQUE NÃO TINHAM OS MEIOS QUE TEMOS...

DEUS TE ABENÇOE!!!
 
Continuando... direi:

Escrever é como relatar o passado e, prever possíveis possibilidades pra o futuro de uma sociedade... Pra se ter uma idéia, há mais de duas décadas, numa época anterior ao advento da internet, Celso Antunes, já havia escrito seu livro Uma Aldeia Global, e. cá entre nós, ele antecipava algo que somente anos depois se confirmava...

ASSIM É e ASSIM SERÁ SE HOUVER (SEMPRE NO CORAÇAO DO SER HUMANO A CAPACIDADE DE ANALISAR O TEMPO E O ESPAÇO...
 
ISSO SERÁ POSSÍVEL E, ESTOU ANALISANDO E AVALIANDO, DENTRO DO POSSÍVEL A SUPERFICIALIDADE DE NOSSA ÉPOCA, QUANDO O SER HUMANO (EM SUA MAIORIA), APRESENTA FORTES INDÍCIOS QUE DESAPRENDEU A PENSAR – EXERCÍCIO MENTAL CONCEDIDO POR DEUS E QUE FICOU DESAJUSTADO DESDE A ENTRADA DO PECADO NA TERRA (LÁ NO JARDIM DO ÉDEN – GENESIS 3)...
 
CONTINUA...
22/07/17 22:59 - Ana DC
Olá,  smiley

Publiquei texto novo:



 
 
 Tenho quase certeza de que é de VioLoNCeLo
 
Aguardo tua visita  mail

Abraço 

Ana
22/07/17 21:34 - Tatiane Persant
Quero a sorte de um amor tranquilo e raro
que dê-me presentes simples e um sentimento caro.
Dialogue com meu riso e me faça cafuné
sorria-me com os olhos e massageie-me o pé.....

Mais deste poema de amor aqui:
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/5993679
Amigos e amigas, convido a todos para a minha posse como acadêmico da AGLAC (Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências). Dia 27 de julho de 2017, quinta-feira, no ICBEU em São Gonçalo . Bem vindo(a)s.


 
22/07/17 19:22 - Vitor Pereira Jr
Olá, pessoal!
Estou divulgando meu site de escritor aqui pelo Recanto.
Pelo site vou poder compartilhar mais de nosso mundo literário!

http://www.vitorpereirajr.prosaeverso.net


Passem lá e obrigado pela visita!
 
Vitor Pereira Jr

 
22/07/17 18:46 - Jean Frases
Convido todos à visitar o meu recanto!

Ao escrever poesias, seja como as obras de Charles Chaplin, deixe explícito tudo aquilo que quer dizer, faça com que todos possam ver e entender que as suas ações, condizem com o que pensa... Mas se alguém se atrever à julgar o que sente, se torne Einstein e os explique sobre o que sente, faça com que todos tenham apenas incógnitas, nada explicito devera ser dito, pois aqueles que julgam, não merecem o prazer do entendimento!
22/07/17 17:34 - Alexandre Ivanovski

Resultado de imagem para gif isola
A ilha
Era uma ilha redonda e pequena, como se tivesse sido criada para um só homem. Havia nela um homem e um coqueiro, em uma circunferência de três metros de diâmetro entre uma praia e outra. Dormia sob as estrelas estirado sobre a areia e comia coco. Quando tinha sede, saciava a sede com água de coco.
Estava ali a tanto tempo que havia perdido a conta dos anos que se passaram. Lembrava-se de que havia sido um náufrago, único sobrevivente de uma pequena embarcação de pescadores. E pensava volta e meia em sua mulher e filhos: estes já não mais existiam no dia-a-dia do homem de quarenta anos de idade, mas não os esquecia.
Sua rotina era certa, e por isso seus dias eram iguais. Acordava, comia e bebia do coqueiro da pequena ilha e tentava com uma pedra pescar de uma só tacada um peixe para o almoço. Às vezes conseguia, e esses dias eram especiais. Com a madeira e a palha do coqueiro aprendera a fazer fogo, então havia dias em que cozinhava peixe.
Os dias de chuva lhe traziam água potável que bebia na palma da mão. Mas nestes dias o mar ficava tão agitado que tinha que refugiar-se encima do coqueiro. As ondas grandes lambiam a areia e o levariam consigo, se não houvesse o abrigo do coqueiro. Por isso, não havia em seu pequeno mundo algo que estimasse mais que o coqueiro.
Vivia, portanto, na mais profunda solidão, sem avistar nada além dos peixes, poucas gaivotas que apareciam uma vez ao ano por lá e o coqueiro. Em seus dias mais solitários conversava com o coqueiro. Chamava-o carinhosamente de “amigãozão” e confidenciava-lhe toda sorte de acontecimentos de sua vida.
Em suas lembranças havia o dia em que caiu da bicicleta ao perder o controle na descida de um morro e esfolou a testa no paralelepípedo. Os passantes da rua acorreram, e ele foi levado desacordado para um hospital. Passadas algumas horas e seus pais, avisados por um conhecido, entraram no quarto para cobrir-lhe de ameaças por haver perturbado.
Nada havia de mais distante naquela ilha que um hospital. Decerto, o amigãozão não teria como compreender o que significava um lugar para onde eram levados os doentes para serem cuidados. Mas, assim mesmo, Paulinho (eis o nome do náufrago) contava e recontava a história para o amigãozão.
Também contou sobre o dia em que, durante sua festa de aniversário, enfiou a mão inteira dentro do bolo muito antes dos parabéns, o que lhe valeu uma surra daquelas de sua mãe. Aquele havia sido, provavelmente, o dia em que mais chorara em toda sua vida. Odiara sua mãe e fez muitos planos (que nunca se concretizaram) de fugir de casa.
Entre uma história e outra Paulinho caía em silêncio profundo. Era tomado por imagens, sons e cheiros que haviam restado na memória. Depois recomeçava uma narrativa e não se preocupava se já havia contado aquela história para o amigãozão. Importava apenas que ele lhe ouvisse, o que (tinha para si) o coqueiro fazia atenciosamente.

Mais de uma vez Paulinho tentou fugir a nado daquela ilha. Mas não havia destino ou ponto de chegada para quem saía dali. E as ondas do mar sempre teimavam em trazê-lo de volta para o ponto de partida. O homem nadava e nadava apenas para que o mar o movesse para o ponto de início de sua empreitada.
Sonhava com o aparecimento de um navio no horizonte, e com sorte alguém poderia avistá-lo ao longe, mas aquelas eram águas rasas e os navios costumam navegar em águas profundas. Para Paulinho, não importava em que direção olhasse, avistava apenas mar e nuvens no céu. Sua ilha estava sozinha perdida no meio do oceano.
O homem sabia que estava sozinho com o amigãozão e isso o desesperava às vezes. Uma ou duas vezes chorara copiosamente ao lembrar-se de um cão. Lembrara-se de que tinha um cão em casa, e desejara que Deus pudesse ao menos ter-lhe dado a companhia de um cão para viver com ele naquela ilha.
Depois do choro desculpou-se sem cerimônia com o amigãozão, e explicou-lhe que não achava que a companhia de um cão valia mais que a companhia que encontrava nele, o querido coqueiro de sua terra infeliz no meio do nada. Assegurava que, uma vez que tivesse ali um cão, não permitiria que ele fizesse xixi em seu tronco esverdeado.
Houve a manhã em que festejou a morte dos companheiros do barco de pesca que naufragara. Caso houvessem sobrevivido, não seria possível viverem todos naqueles três metros de diâmetro ponto a ponto da ilha. Além do mais, o amigãozão não daria conta de dar água e carne para todos os pescadores naquele lugar. Que bom era estar só.
No entanto, depois de sua pequena celebração com uma fogueira, arrependeu-se de ter cogitado tais coisas. Todos os seus amigos eram bons homens e Deus haveria de prover a todos caso tivessem sobrevivido – fosse naquela ilha ou em qualquer outro lugar do mundo. A morte presumida de seus amigos pescadores era, afinal, uma terrível tragédia.
E então, ao chegar a noite, acomodou-se com o corpo estirado de costas para a areia e a cabeça acomodada encima de um pedaço de coco. Viu as estrelas que formavam constelações e galáxias, e se acreditou um homem de sorte. No mundo inteiro ele era parte de uma minoria capaz de vislumbrar o universo a olhos nus. Diariamente.
Amigãozão costumava responder a Paulinho quando este contava-lhe suas histórias ou quando formulava perguntas. Era, de fato, o vento que fazia com que o coqueiro balançasse de um lado a outro, quase tocando o chão. Nesses momentos, o homem observava com seriedade o coqueiro e se questionava se o interlocutor era sincero.
Enfim, sem esperança alguma de salvar-se da pequena ilha, aprendeu a viver nela aproveitando-se dos recursos reais ou imaginários que nela dispunha. E aprendeu sobretudo a lembrar-se e compartilhar suas lembranças, de forma a render homenagens àqueles que já não pertenciam mais ao seu cotidiano. Àqueles distantes de sua ilha.
Texto de Alexandre Ivanovski. 110x101
Visite minha página:
www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=64408 
22/07/17 17:27 - Ana Esther
Oi Recantistas,
tenho um conto policial... para quem gosta de mistério... é uma boa pedida!!! [espero, eh, eh]
Muito Barulho por Jade-Rebelde

http://www.recantodasletras.com.br/contospoliciais/6061060
Um abração e boas leituras no fim-de-semana!
ANA ESTHER

 
22/07/17 14:46 - Rubens Jardim

Haverá um dia que
serei apenas letra
e no meu epitáfio
será gravado
[…]
“ela, de tanto ser nada,
tornou-se palavra.”


(poema de PÂMELA FILIPINI(1994) poeta nascida na cidade de Rolim de Moura , em Roraima, começou a escrever na infância. Tem formação universitária em Pedagogia, e atualmente dedica-se exclusivamente à escrita. Cultiva solidão e se planta ao silêncio para sobreviver. Escreve.e nas horas vagas, existe.,O lançamento de seu primeiro livro, Folhas dos Ossos ou o tratado das coisas insignificantes será dia 26 de Agosto, no Patuscada. Pâmela Filipini está na 95ª postagem da série AS MULHERES POETAS...Se quiser ler mais, clique no link  http://www.rubensjardim.com/blog.php?idb=51457
22/07/17 14:19 - Leonardo Ulhoa
22/07/17 13:16 - Aser Bueno Jr
 ola caro recantistas, me conheçam
 me leiam, trecho de um (poema/  poesia)de minha autoria,
 "o jardim de DEUS"... 

     "esse mesmo jardim
      foi plantado por DEUS
      em um dia de folga
      que ele mesmo lhe deu"...
22/07/17 13:00 - ROBERTO BARROS XXI
ROBERTO BARROS XXI
Cartas18/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano14/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano12/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas04/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias17/05/17
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros17/05/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano17/05/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas29/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas15/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Letras de Música13/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Causos07/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Fábulas05/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Causos04/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas30/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Fábulas29/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Amor29/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros26/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias26/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas23/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros19/03/17
22/07/17 12:53 - walter pantoja teixeira
A lágrima
(by walter pantoja)
www.walterpantojateixeira.recantodasletras.com.br


22/07/17 11:33 - JON SOUSSILVA
A chuva, ao molhar,
Em meio à noite,
A terra do monte,
Dá vida ao “pomar”
 
E tira o calor...
Com as brisas serenas
Que, as flores pequenas,
Balouçam em candor.
 
Evola-se, na noite,
O Suave perfume
Dos jasmineiros... costumes...
 
E as trevas, ligeiras
Vão-se e, desponta novo dia:
Alvorecer de maravilhas...
 
 (S. Luís – MA, Carmelo S. José, 31/07/2015)
laughJON SOUSSILVA
22/07/17 11:11 - oliprest
            Nada obstante os seguidores de Russel negarem a deidade de Jesus, afirmando que Jesus não é Deus, as escrituras sobre a qual se fundamentam e que têm como correta contrariam o que argumentam. São tantas as citações e passagens bíblicas que afirmam a deidade de Jesus, que nada obstante as intenções de suprimirem dessas Escrituras as passagens que isso afirmam, ainda assim seus esforços foram em vão.

             Como é condição “sine qua non” crer em Deus os que Dele se aproximam, aqueles que pretendem crer em Deus Pai negando o Deus Filho, ficam sem luz, pois Jesus é a luz do mundo, e quem nega o Filho também não tem o Pai. Pois é vontade do Pai que todos honrem o Filho da mesma forma como honram o Pai. I Jo.  5:23.

             Nesse breve estudo procuraremos mostrar pelas Escrituras versão “Novo Mundo”, aquilo que tem estado oculto aos olhos daqueles que têm negado a Jesus, procurando esclarecer as que os falsos escribas torceram para suas próprias condenações.

             Lemos na epístola aos Hebreus:

             "Deus, que há muito, em muitas ocasiões e de muitos modos, falou aos nossos antepassados por intermédio dos profetas, nos fins destes dias nos falou por intermédio dum Filho, a quem designou herdeiro de todas as coisas e por meio de quem fez os sistemas de coisas." Hb. 1:3. Diz o Espírito por João:

             "A verdadeira luz que dá luz a toda sorte de homem estava para vir ao mundo. Ele estava no mundo, e o mundo veio à existência por intermédio dele, mas o mundo não o conheceu." Jo. 1:9-10.

             Com relação a Jesus, a versão “Novo Mundo” O trata de forma particular e não na forma genérica quando diz: "Todo aquele que faz a confissão de que Jesus Cristo é o Filho de Deus, com tal Deus permanece em união e ele em união com Deus." I Jo.  4:15. E: "Quem é que vence o mundo senão aquele que tem fé em que Jesus é o Filho de Deus?" I Jo.  5:6.

             Mas, por que Jesus é O Filho de Deus e não um filho de Deus?

             "Porque Jesus veio à existência, na condição humana, por obra do Espírito Santo, e não pela relação sexual entre homem e mulher. E disso nos fala as Escrituras, vejamos:

             "Maria, porém, disse ao anjo: “Como se há de dar isso, visto que não tenho relações com um homem? O anjo disse-lhe, em resposta”:    "Espírito santo virá sobre ti e poder do Altíssimo te encobrirá. Por esta razão, também, o nascido será chamado santo, Filho de Deus." Lc.  1:34-35.

             A mesma tradução diz:

             "No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era (um) deus. Este estava no princípio com o Deus. Todas as coisas vieram à existência por intermédio dele, e à parte dele nem mesmo uma só coisa veio à existência." Jo.  1:1-3.

             Ainda que nessa tradução o vocábulo deus, referindo-se a Jesus, esteja com letra minúscula, como que pretendendo colocar a Jesus, que é o Verbo de Deus, a palavra de ação, na condição de um deus qualquer, é interessante como colocam letra maiúscula no início de “Palavra”, que é usada no lugar de Verbo, que também é Jesus, dando-lhe distinção e tornando-a não apenas um vocábulo, mas um substantivo próprio.

             Entendemos que a expressão “Verbo” estaria melhor definindo a Jesus, a quem se refere o texto, pois que o verbo é a palavra de ação e que dá vida à expressão, ao período, à frase ou oração.

             Essa “Palavra”, designativa de Jesus, é confirmada quando adiante aquela Escritura O chama de este e não esta, quando diz que todas as coisas vieram à existência por intermédio dEle, e à parte dEle nem mesmo uma só coisa veio à existência.

             E que essa palavra é o próprio Jesus parece não  existir dúvidas, pois aquela Escritura diz mais adiante: "De modo que a Palavra se tornou carne e residiu entre nós…" Jo. 1:14.

             Nada obstante Jesus ter sido gerado seis meses depois de João, o batista, diz aquela escritura: "Aquele que vem atrás de mim avançou na minha frente, porque existiu antes de mim”. Jo. 1:15, ú.parte. Lc. 1:36.

             Nada obstante os seguidores de Russel dizerem que Jesus não é o Deus Todo Poderoso, não é isso que afirmam as Escrituras versão “Novo Mundo”. Pois naquela Escritura está: Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o domínio principesco virá a estar sobre o seu ombro. E será chamado pelo nome de Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Príncipe da Paz. Is.  9:6.

             Ainda que nessa citação não haja a palavra “Todo-Poderoso”, isso não exclui o poder. Além do mais a citação está vertida com as iniciais maiúsculas, dando-lhe distinção de nome próprio.

             Em Jeremias consta: "Eis que vêm dias, é a pronunciação de Jeová, e eu vou suscitar a Davi um renovo justo. E um rei há de reinar e agir com distinção, e executar o juízo e a justiça na terra. Nos seus dias, Judá será salvo e o próprio Israel residirá em segurança. E este é o nome pelo qual será chamado: “Jeová é Nossa Justiça”." Jr. 23:5-6.

             E concluímos que essa citação se refere a Jesus, lendo outra citação que diz: "E naquele dia terá de acontecer que haverá a raiz de Jessé posta de pé qual sinal de aviso para os povos. A ele é que irão consultar as nações, e seu lugar de descanso terá de tornar-se glorioso." Is.  11:10.

             Jesus é a raiz de Jessé. Pois diz as escrituras que quando Ele aqui esteve Ele foi reconhecido como tal. Uma vez quando dois cegos se assentavam à beira do caminho e que ouvindo que Jesus passava por ali, gritaram: "Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim." Mc. 10:46. E em outra ocasião falou Jesus: "Jeová disse ao meu Senhor: “Senta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés. Se, portanto, Davi O chama de Senhor, como é ele seu filho?" Mt. 22:44-45.

             Ainda de acordo com aquela versão (Novo Mundo), numa das vezes em que Satanás tentou a Jesus, ela chama-O de Jeová, veja:

"Ele o levou então a Jerusalém e postou sobre o parapeito do templo e lhe disse: Se tu és filho de Deus, lança-te daqui para baixo, pois está escrito: “Dará aos seus anjos um encargo concernente a ti, para preservar-te, e: Eles te carregarão nas mãos, para que nunca batas com o pé contra uma pedra. Jesus disse-lhe, em resposta: Dito está:” Não deves pôr Jeová, teu Deus, à prova “. Lc. 4:9-12.

             Jesus é o Anjo do Senhor, ou a sua representação corpórea. E nEle está o nome do Senhor, veja:

             "Eis que envio um anjo diante de ti para guardar-te pela estrada e para introduzir-te no lugar que preparei. Guarda-te por causa dele e obedece à sua voz. Não te comportes rebeldemente contra ele, pois não perdoará a vossa transgressão; porque o meu nome está nele." Êx. 23:20-21.

             Confirma nossa assertiva o que escreveu Paulo aos Colossenses, dizendo:

"Ele nos livrou da autoridade da escuridão e nos transferiu para o reino do Filho do seu amor, mediante quem temos o nosso livramento por meio de resgate, o perdão dos nossos pecados. Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação." Cl. 1:13-15.

             E se Ele é a imagem do Deus invisível, nEle é também que mora corporalmente toda a plenitude da qualidade divina. Cl. 2:19.

             Assim, foi Jesus, a exata representação do Deus invisível, que viram os que subiram ao monte de Sinai, veja:

             "E Moisés e Arão, Nadabe e Abiú, e setenta dos anciãos de Israel passaram a subir, e chegaram a ver o Deus de Israel. E sob os pés dEle havia o que se parecia a um trabalho de lajes de safira e aos próprios céus quanto à pureza. E ele não estendeu sua mão contra os homens distintos dos filhos de Israel, mas tiveram uma visão do verdadeiro Deus, e comeram e beberam." Êx. 24:9-11.

             Ainda outra citação bíblica assevera que Jesus é o verdadeiro Deus, veja:

"Mas, sabemos que o Filho de Deus veio e nos deu capacidade intelectual para podermos obter conhecimento do verdadeiro. E nós estamos em união com o verdadeiro, por meio do seu Filho Jesus Cristo. Esse é o verdadeiro Deus e a vida eterna." I Jo. 5:20.

             Dizem as Escrituras que na boca de Jesus não houve engano. E Jesus disse que o Pai a ninguém julgava, mas que deu todo o julgamento ao Filho. Jo. 5:22. Nesse caso ele é o Deus do qual fala o salmista quando diz:

             "O próprio divino, Deus, Jeová, tem falado, e ele passa a chamar a terra desde o nascente do sol até o seu poente. O próprio Deus reluziu de Sião, a perfeição da lindeza. Nosso Deus chegará e não poderá ficar calado, diante dele devora um fogo e ao redor dele o tempo ficou extremamente tempestuoso. Ele chama os céus e a terra para executar julgamento em seu povo: ajuntai-me os que me são leais. Os que concluem meu pacto sobre um sacrifício. E os céus contam a sua justiça, porque o próprio Deus é Juiz." Sal. 50:1-6.

    E outra passagem confirma o nosso argumento, veja:

    "Jeová toma posição para contender e se põe de pé para sentenciar povos. O próprio Jeová entrará em julgamento com os idosos do seu povo e com os seus príncipes." Is. 3:13.

             E o Espírito que inspirou a Isaías, assim revelou: "Porque Jeová é o nosso Juiz, Jeová é o nosso Legislador, Jeová é o nosso Rei; ele mesmo nos salvará." Is. 33:22. Já que, como disse Jesus, as Escrituras não podem mentir, então o que aqui é revelado se refere ao mesmo que foi revelado ao salmista e que mencionamos atrás relativos ao Salmo 50.

             Outrossim, as Escrituras dizem que Jeová é o nosso Rei. E esse Rei foi anunciado por Zacarias, veja:

"Jubila grandemente, ó filha de Sião. Brada em triunfo, ó filha de Jerusalém. Eis que vem a ti o teu próprio rei. Ele é justo, sim salvo; humilde, e montado num jumento, sim, num animal plenamente desenvolvido, filho de jumenta." Zc. 9:9. E isso se cumpriu quando da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, conforme Jo. 12:15.

             Ele também é o único salvador, pois disso fala as Escrituras, veja:

"Outrossim, não há salvação em nenhum outro, que tenha sido dado entre os homens, pelo qual tenhamos de ser salvos." At. 4:12.

             Sendo Jesus a representação corporal de Deus Pai, então Ele é o braço de Deus, os olhos de Deus, etc. Assim, Ele, Jesus, é a mão da qual fala a Escritura que diz: E agora, Jeová, dá atenção às ameaças deles e concede aos teus escravos que persistam em falar a tua palavra com todo o denodo, ao passo que estendes a tua mão para sarar e ao passo que ocorrem sinais e portentos por intermédio do nome de teu santo servo Jesus." At. 4:30.

             Podem duas pessoas ser uma só?

             Mas Jesus disse que Ele e o Pai são um, e que quem o via também via o Pai. Jo. 10:30 e 14:9.

             Essa unicidade tem sido questionada por aqueles que não entendem as coisas espirituais. Questionam o fato de considerarmos a Jesus como Deus, devido o próprio Jesus ter dito que o Pai era o único Deus verdadeiro. Esquecem, entretanto, ou não atentam o que falou Jesus: "Eu e o Pai somos um." Jo. 10:30. E essa unidade era tal que Ele ousou dizer que quem o via também via o Pai. Jo. 14:9.

             A unicidade de Deus Pai com Jesus pode ser exemplificada do seguinte modo: uma sociedade solidária, em que cada sócio “per si” pode representá-la. Os sócios têm direitos e deveres iguais. Eles podem representá-la em qualquer situação, em juízo e fora dele. Mas para que isso possa acontecer é necessário que haja um relacionamento perfeito e confiança mútua; um sincronismo de intenções e um propósito único. E isso foi sempre demonstrado por Jesus, que nada obstante ser igual a Deus, esvaziou-se a si mesmo e tomou a forma humana, veja:

"Mantende em vós esta atitude mental que houve também em Cristo Jesus, o qual, embora existisse em forma de Deus, não deu consideração a uma usurpação, a saber, que devesse ser igual a Deus. Não, mas ele se esvaziou e assumiu a forma de escravo, vindo a ser na semelhança dos homens. Mais do que isso, quando se achou na feição de homem, humilhou-se e tornou-se obediente até a morte, sim, morte numa estaca de tortura. Por esta mesma razão, também, Deus o enalteceu a uma posição superior e lhe deu bondosamente o nome que está acima de todo (outro) nome, a fim de que, no nome de Jesus, se dobre todo joelho dos no céu, e dos na terra, e dos debaixo do chão, e toda língua reconheça abertamente que Jesus Cristo é Senhor, para a glória de Deus, o Pai." Fl. 2:7.

             Negar a Jesus é fatal. Primeiro porque Ele é a luz do mundo. Jo. 8:12. Segundo, porque Ele é a vida eterna. Jo. 14:6, I Jo. 1:2 e 5:11 e 12.

             Além do mais, "é a vontade do Pai que todos honrem o Filho como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou." Jo. 5:23.

             As Escrituras estão cheias de registros de episódios nos quais Jesus é adorado, desde o seu nascimento até no céu. E ainda que alguns registros tenham sido vertidos intencionalmente como reverência em lugar de adoração, ainda assim não lhes foi possível mudar o que em muitos casos estava implícito.

             É o caso da passagem de apocalipse onde diz: “Não temas. Eu sou o Primeiro e o Último, e o vivente; e fiquei morto, mas, eis que vivo para todo o sempre, e tenho as chaves da morte e do Hades." Ap. 1:17, ú.parte e versículo 18. Comparemos essa citação com outra”.

"Vede agora que eu – eu é que o sou, e não há (outros) deuses comigo. Eu entrego à morte e eu vivifico. Feri seriamente, e eu – eu vou curar, e não há quem arrebata da minha mão." Dt. 32:39.

             Jesus, falando a Marta, disse: “Eu Sou a ressurreição e a vida. Quem exercer fé em mim, ainda que morra, viverá (outra vez); e todo aquele que vive e exerce fé em mim nunca jamais morrerá. Crês isso?" Jo. 11:25-26.

     Quem não crer em Jesus como dizem as Escrituras, jamais poderá obter a vida eterna. Porque a vida eterna está nEle.

             O nome de Jesus foi eleito sobre todo nome. Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai. Analise o texto:

"Seja sabido de todos vós e de todo o povo de Israel, que é no nome de Jesus Cristo, o nazareno, a quem pregastes numa estaca, mas a quem Deus levantou dentre os mortos, por esse é que este homem está aqui são em pé diante de vós. Esta é a pedra que por vós, construtores, não foi levada em conta, que se tornou a principal do ângulo. Outrossim, não há salvação em nenhum outro, pois não há outro nome debaixo do céu, que tenha sido dado entre os homens, pelo qual tenhamos de ser salvos." At. 4:12.

    O anjo que apareceu ao pai de Sansão foi aquele de quem fala Isaías que seria chamado de maravilhoso, veja:

    "Manoá disse então ao anjo de Jeová: “Qual é teu nome, para que certamente te honremos, quando se cumprir a tua palavra?” No entanto, o anjo de Jeová disse-lhe: “Por que é que me perguntarias assim pelo meu nome, quando ele é maravilhoso?” E Manoá passou a tomar o cabritinho e a oferta de cereais, e passou a oferece-la sobre a rocha a Jeová. E Ele fez algo dum modo maravilhoso enquanto Manoá e sua esposa olhavam. Assim, sucedeu que, ao subir a chama do altar para o céu, então o anjo de Jeová subiu na chama do altar enquanto Manoá e sua esposa olhavam. Eles se lançaram imediatamente com as suas faces por terra. E o anjo de Jeová não apareceu mais a Manoá e a sua esposa. Foi então que Manoá ficou sabendo que tinha sido o anjo de Jeová. Por conseguinte, Manoá disse à sua mulher: “Positivamente morreremos, pois temos visto a Deus. Mas a sua esposa disse-lhe:” Se Jeová tansomente se tivesse agradado de nos entregar à morte, não teria aceitado a oferta de cereais da nossa mão, e não nos teria deixado agora ouvir nada disso". Jz. 13:17-24.

     Podemos ressaltar três pontos que consideramos importantes para evidenciar que esse anjo do Senhor, ou de Jeová como queiram, era o próprio Filho de Deus, e que é Deus com o Pai, veja:

    Que o anjo disse ser o seu nome maravilhoso. E esse é o nome pelo qual Jesus é anunciado pelo profeta Isaías. Is. 9:6. Que Manoá perguntou pelo seu nome a fim de honrá-lo dizendo que isso faria quando se cumprisse a palavra do anjo. V. 17. E que Manoá pensou que iria morrer juntamente com a sua mulher, devido terem visto a Deus. V. 22.

    Ora, como disse Jesus, a Bíblia não pode mentir. Se esse registro não estivesse de conformidade com a vontade de Deus, ou se fosse um pensamento enganoso, Deus não o teria concedido ao profeta que o registrou nos termos que está.

Quando Satanás tentou a Jesus, este lhe disse “Dito está:” Não deves por Jeová, teu Deus, à prova.”Lc. 4:12”. Satanás tentou a Jesus, que disse a Satanás que não tentasse a Jeová, donde se infere que Jesus é Jeová. E isso está bem de acordo com o texto onde diz:

“Eis que envio um anjo diante de ti para guardar-te pela estrada e para introduzir-te no lugar que preparei. Guarda-te por causa dele e obedece à sua voz. Não te comportes rebeldemente contra ele, pois não perdoará a vossa transgressão; porque meu nome está nele. No entanto, se obedeceres estritamente à sua voz e realmente fizeres tudo o que eu falar, então hei de ser hostil aos teus inimigos e hostilizarei os que te hostilizarem. Pois meu anjo irá adiante de ti e deveras te levará aos amorreus, e aos hitítas, e aos perizeus, e aos cananeus, aos heveus e aos jebuseus, e eu certamente os eliminarei." Ex. 23:20-23.

Esse anjo, que a versão “Novo Mundo” diz ser um anjo, diz dele outra escritura, veja:

"Ora, não quero que sejais ignorantes, irmãos, de que os nossos antepassados estiveram todos debaixo da nuvem e todos passaram pelo mar, e todos foram batizados em Moisés, por meio da nuvem e do mar; e todos comeram a mesma comida espiritual e todos beberam a mesma bebida espiritual. Porque costumavam beber da rocha espiritual que os seguia, e essa rocha significava o Cristo." I Co. 10:1-4.

Jesus é o Anjo do Senhor, ou a representação corpórea de Deus. E sendo um com Deus, logo é Deus, portanto.

Ainda outro texto fala dessa unidade e igualdade, veja:

"Acautelai-vos: talvez haja alguém que nos leve embora como presa sua, por intermédio de filosófica e de vão engano, segundo a tradição de homens, segundo as coisas elementares do mundo e não segundo Cristo; porque é nele que mora corporalmente toda a plenitude da qualidade divina." Cl. 2:8-9.

Outrossim, ainda quando Jesus foi tentado por Satanás, veja o que houve:

"Novamente, o Diabo levou-o a um monte extraordinariamente alto e mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles, e disse-lhe: ”Todas estas coisas te darei, se te prostrares e me fizeres um ato de adoração”. Jesus disse-lhe então: Vai-te, Satanás! Pois está escrito: “É a Jeová, teu Deus, que tens de adorar e é somente a ele que tens de prestar serviço sagrado." Mt. 4:8-10.

E ainda com relação ao Filho, diz o Espírito Santo pelo missivista aos Hebreus:

"Deus, que há muito, em muitas ocasiões e de muitos modos, falou aos nossos antepassados por intermédio dos profetas, no fim destes dias nos falou por intermédio dum Filho, a quem designou herdeiro de todas as coisas e por meio de quem fez os sistemas de coisas. Ele é o reflexo da sua glória e a representação exata do seu próprio ser, e sustenta todas as coisas pela palavra do seu poder, e, depois de ter feito uma purificação pelos nossos pecados, assentou-se à direita da Majestade nas alturas. De modo que ele se tornou melhor do que os anjos, a ponto de ter herdado um nome mais excelente do que o deles. Por exemplo, a qual dos anjos disse ele alguma vez: “Tu és meu filho; hoje eu me tornei teu pai?” E, novamente: “Eu é que me tornarei seu pai e ele é que se tornará meu filho?” Mas, ao trazer novamente o seu Primogênito à terra habitada, ele diz: “E todos os anjos de Deus lhe prestem homenagem”.Também, com referência aos anjos, ele diz: “E ele faz os seus anjos espíritos e os seus servidores públicos, chama de fogo”.Mas, com referência ao Filho: “Deus é o teu trono para todo o sempre, e o cetro do teu reino é o cetro da retidão”.  Amaste a justiça e odiaste o que é contra a lei. É por isso que Deus, o teu Deus, te ungiu com óleo de exultação mais do que a teus associados. E: “Tu, ó Senhor, lançaste no princípio os alicerces da própria terra, e os céus são obras das tuas mãos. Eles é que perecerão, mas tu é que hás de permanecer continuamente; e todos eles envelhecerão qual roupa exterior, e tu os enrolarás assim como a uma capa, como a uma roupa exterior; e eles serão mudados, mas tu és o mesmo, e os teus anos nunca se acabarão”. Mas, com referência a qual dos anjos disse ele alguma vez: “Senta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos como escabelo para os teus pés?” Não são todos eles espíritos para serviço público, enviados para ministrar aos que hão de herdar a salvação?" Hb. 1:1-14.

Apesar de esse texto ser espúrio, vamos analisá-lo sem alterá-lo a grafia, tansomente evidenciando aquilo que está implícito nele.

Nada obstante o vocábulo filho estar precedido da palavra dum, como que a sugerir que ele é como um outro filho de Deus, grafaram filho com letra maiúscula, dando-lhe distinção de nome próprio. No mesmo texto, que sublinhamos logo no início, diz: “a quem designou herdeiro de todas as coisas e por meio de quem fez os sistemas de coisas”. Aqui além de terem distinguido o Filho como herdeiro de tudo, também diz que ele fez os sistemas de coisas, dando-lhe primazia de criador.

Por conseguinte, no texto que se segue a isso, é dito: “Ele é o reflexo da sua glória e a representação exata do seu próprio ser, e sustenta todas as coisas pela palavra do seu poder”.

Assim, o Filho é o reflexo da glória do Pai, bem como a representação exata do próprio Pai. Logo ele é igual ao Pai.

E mais: "E sustenta todas as coisas pela palavra do seu poder."

Nesse ponto essa tradução comete o mesmo erro que as versões de João Ferreira de Almeida, da Sociedade Bíblica do Brasil. Segundo a hermenêutica, ciência da interpretação das escrituras antigas, a interpretação de um documento ou escritura antiga, se faz analisando-o como um todo, e inferindo dos demais textos. Portanto vamos provar porque afirmamos que o texto está vertido de forma errada, veja:

Adiante diz: “Porque a palavra de Deus é viva e exerce poder, e é mais afiada do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e da sua medula, e é capaz de discernir os pensamentos e as intenções do coração. E não há criação que não esteja manifesta à sua vista, mas todas as coisas estão nuas e abertamente expostas aos olhos daquele com quem temos uma prestação de contas." Hb. 4:12 e 13”.

Então o poder emana da palavra, e não a palavra do poder. E essa palavra é aquele por quem ela opera desde o princípio, e de quem diz o Espírito Santo por João: “No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com o Deus, e a Palavra era um deus." Jo. 1:1”.

E falando ainda o Espírito Santo, diz na epístola por João:

"Quem é que vence o mundo senão aquele que tem fé em que Jesus é o Filho de Deus? É este quem veio por meio de água e sangue, Jesus Cristo; não apenas com água, mas com a água e com o sangue. E é o espírito que está dando testemunho, porque o espírito é a verdade. Porque são três os que dão testemunho: o espírito, e a água, e o sangue, e os três estão de acordo." I Jo. 5:5-8.

Todas as vezes que os profetas recebiam as mensagens de Deus, e que deveriam ser registradas para a posteridade, eles sempre diziam: "Veio a mim a palavra do Senhor, dizendo. . ."

Por conseguinte, numa das vezes em que Jesus anunciou a vinda do Espírito Santo, ele disse:

"Ainda tenho muitas coisas para vos dizer, mas não sois atualmente capazes de suportá-las. No entanto, quando esse chegar, o espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade, pois não falará de seu próprio impulso, mas falará as coisas que ouvir e vos declarará as coisas vindouras. Esse me glorificará, porque receberá do que é meu e vo-lo declarará." Jo. 16:12-14.

Sendo Jesus a verdade, conforme Jo. 14:6, então o Espírito Santo é o espírito de Jesus, e é a verdade também. Pois Deus é espírito, conforme Jo. 4:24. E como pode existir um espírito dentro de outro espírito?

Portanto, adore a Jesus como Deus, porque, fazendo isso, você estará adorando ao Pai, porque aprouve ao Pai honrar ao Filho. Quem não honra o filho também não honra ao Pai que o enviou para salvar o mundo, e que o elegeu como juiz de vivos e de mortos.

Obs.: Este trabalho tem o objetivo de comprovar pela bíblia que Jesus é Deus. Outros artigos fazem parte do trabalho. São eles:

O corpo de Deus: http://www.recantodasletras.com.br/artigos/605192
Jesus, o Senhor dos Exércitos: http://www.recantodasletras.com.br/artigos/603673
É Jesus o Deus Todo Poderoso?: http://www.recantodasletras.com.br/artigos/603649
O Anjo do Senhor: http://www.recantodasletras.com.br/artigos/605190
Jesus é Deus?: http://www.recantodasletras.com.br/artigos/603645

E todos já postados aqui.

Oli Prestes
Missionário
22/07/17 04:15 - Jorge Gomes Oliveira
DE MÃOS DADAS
Nossas mãos se cruzam,

como elos inquebráveis,
unindo-nos ternamente
de paixão e de desejo.
Juntas, sentem as emoções,
inebriando os sentimentos,
fazendo pulsar os corações
e nos movem num só rumo.
Assim, enlaçados de carinho,
caminhamos, tão confiantes,
neste enamoramento eterno,
trilhas do acaso descuidado.
Sejam montes, vales, florestas,
atapetados de musgos e folhas,
nossos passos seguem ritmados
pelo pulsar de nossos corações.
De mãos dadas, ausentes de tudo,
prolongamos mil beijos amantes,
desaguamos sussurros de emoção
e ancoramos olhares cúmplices.
De mãos dadas, deambulamos sós,
no silêncio quebrado de hinos
da harmonia natural envolvente,
declamando este nosso perene amor.
 
240 –
Teus erros são para serem corrigidos, não justificados.
21/07/17 20:02 - fchagass
172ª DE 500ªs REFLEXÕES: O COELHO, A LEBRE, O CRENTE E OS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL – 2 ...
 
NO PRIMEIRO TEXTO DA SÉRIE; 171ª DE 500ªs REFLEXÕES: O COELHO, A LEBRE, O CRENTE E OS MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL... EU DISSE:
PARÁBOLA SONRE O COELHO,,A LEBRE,, O CRENTE E MOVIMENTOS SOCIAIS NO BRASIL CONTEMPORÂNEIO- ONDE VIVEMOS...

ESSA SÉRIE DE TEXTOS ESTÁ SENDO ESCRITA NO SENTIDO DE AJUDAR A ENTENDER PORQUE SENDO CRISTÃO ME PASSOU PELA CABEÇA SOLUÇÕES À CRISE QUE, CERTAMENTE; NÃO SERIAM ENSINADAS; NEM RECOMENDADAS POR JESUS – O QUE EXPLICA O FATO DE TANTOS PSEUDO EVANGÉLICOS (E ATÉ MESMO CRISTÃOS BEM–INTENCIONADOS) CORRENDO ATRÁS DE VENTOS DE DOUTRINA...

LEMBRO QUE HÁ MAIS DE UMA DÉCADA, FAZIA SUCESSO UM LIVRO INTITULADO: O CÓDIGO DA BÍBLIA...

NAQUELA ÉPOCA, EM CONTATO COM UM IRMÃO NA FÉ, (ATUALMENTE IN MEMORIAM), PERCEBI QUE AQUELE LIVRO ESTARIA CAUSANDO UM CERTO FRISON NA IGREJA QUE FREQUENTÁVAMOS E, CERTAMENTE, ATÉ MESMO NO MEIO CRISTÃO SAUDÁVEL...

NA ÉPOCA, ESTUDAVA TEOLOGIA E, LENDO DIVERSOS ARTIGOS E PESQUISANDO DIVERSOS AUTORES, PUDE ENTENDER QUE O AUTOR DO LIVRO TINHA UM PRINCÍPIO INTERESSANTE DE CAUSAR IMPACTO (COM SUA TEORIA) ATÉ MESMO EM CRISTÃOS DE BOM SENSO:

ANALISANDO O QUE DIZIAM (SOBRE O LIVRO) ALGUNS DOS AUTORES QUE LI, PERCEBI QUE ATÉ MESMO EU (QUE DETESTO VENTOS DE DOUTRINA) CONSEGUIRIA PREVÊ QUE MUITOS ACONTECIMENTOS ATUAIS..
SEGUNDO COMENTAVAM), PODERIAM SER ENCONTRADOS NA BÍBLIA – POR EXEMPLO: O NOME DE PESSOAS AMIGAS OU ADVERSÁRIAS DE DEUS – O CRESCIMENTO DA VIOLÊNCIA, O AUMENTO DA APOSTASIA, GOVERNANTES DE NAÇÕES, DATAS,, ETC...

PODERÍAMOS CHEGAR AO ENTENDIMENTO SOBRE QUEM SERIA LÍDER DO PAÍS, DA RELIGIÃO CRISTÃ NO PAÍS, DO SISTEMA CAPITALISTA, DO SISTEMA POLÍTICO, ETC – ISSO PARECE FANTÁSTICO, MESMO POR MEIO DE ESPERTEZAS... CONFORME DIZIAM (NA ÉPOCA) SERÁ POSSÍVEL CONSEGUIR ESSE TIPO DE RESULTADO – EM MOMENTO ALGUM (NESSE ARTIGO) ESTOU QUERENDO JOGAR PEDRAS NO AUTOR DO LIVRO E, INCLUSIVE AINDA NÃO LI O REFERIDO; APENAS AFIRMO QUE O IMPACTO CAUSOU CERTO FRISON (EM CRENTES) AQUI ONDE MORO, E EM MEU ACHÔMETRO O “FENÔMENO” ERA UMA ESPÉCIE DE VENTO DE DOUTRINA E, PORTANTO QUESTIONÁVEL...

CONTINUA NO PRÓXIMO TEXTO...
 
CONTINUANDO A QUESTÃO, PODERIA DIZER QUE, POR UM LADO PESSOAS SE FAZEM DE ESPERTAS PRA SEMEAR DOUTRINAS TORTAS NO MEIO DE ANALFABETISMO BÍBLICO LEVANDO INCAUTOS A “COMER” QUALQUER PASTO...
 
SE FAZ NECESSÁRIO O SER HUMANO TER O MÍNIMO CONHECIMENTO SOBRE DEUS, A BÍBLIA E A REALIDADE... DO CONTRÁRIO QUALQUER PESSOA DIZ “CHUPA A BALA SOFT QUE É BOM E EU GOSTO” EMBOLANDO UM POUCO A LÍNGUA E FALANDO DE FORMA APRESSADA E, INCAUTOS ACHAM QUE ELE ESTATRIA FALANDO EM LÍNGUAS...
 
IMAGINEM, SE ALGUÉM PUDESSE VER QUANDO (NA ÉPOCA DE SEMINÁRIO) EU ESTUDAVA GREGO OU HEBRAICO NA SEMANA DAS AVALIAÇÕES – PODERIA ACHAR QUE EU TAMBÉM ERA ASDÉPTO DE FALAR EM LÍNGUAS ESTRANHAS – E, TAL PESSOA PODERIA JUSTIFICAR PELA BÍBLIA, PORQUE EM DETERMINADA PASSAGEM (1 SAMUEL 10:10) ESTÁ ESCRITO QUE SAUL ESTARIA ENTRE OS PROFETAS...
 
DEUS EM SUA IRRESISTÍVEL E EM SUA ILIMITADA GRAÇA TENHA MISERICÓRDIA DE NÓS E NOS LIVRE DO ANALFABETISMO BÍBLICO E DOS VENTOS DE DOUTRINA...
21/07/17 19:01 - Sonho de Amor
heart Juntos somos um, longe somos falta! broken heart
[...]
Sentimento, envolvimento em único momento.
Razão, paixão de coração.
Aventura, cumplicidade de verdade.
Perfeito, total e sem igual!  

http://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/6060122
 
21/07/17 18:27 - Espirito Santo
                                 PARABÉNS - NADJA !

clique no nome (Espirito Santo) acima citado / clique em (TEXTOS) / clique no (TOPICO) / Leia e deixe seu para béns a Meiga Nadja (mesmo sem conhecê-la) ! paz e bem !
UMA SINGELA POESIA PARA O SEU DELEITO

AH, SAUDADE!








http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdesaudade/520711
 
21/07/17 16:30 - Gabriela de Abreu
             ANJO DO MEU CORAÇÃO
 
Então, eu esbarrei com um anjo
Do qual não tinha asas,
Esse anjo virou a minha vida do averso
Mas a sua aura, tão bela, tão contagiante
brilhava de uma forma radiante, impossível
não se encantar, principalmente naqueles olhos
verdes como o mar.
Com o passar dos minutos pude
me perder, naquele sorriso de quem brinca mais também
Sabe entender, sorriso de menina que também
é mulher.
Você tirou a minha paz
 Agora, além do meu coração disparar ao ouvir sua voz
Sinto que estas morando dentro dos meus pensamentos.
 Se não formos felizes nessa vida 
Te eternizarei para sempre em minha memória.
                                                          D. ♥
.
 
21/07/17 15:16 - Ana DC
Olá,  smiley

Publiquei texto novo:



 
 
 Tenho quase certeza de que é de VioLoNCeLo
 
Aguardo tua visita  mail

Abraço 

Ana
21/07/17 14:30 - Antonio C Almeida
?id=1246955&maxw=495&maxh=660





























21/07/17 14:23 - Leila goulart
sentimento
 O som da noite 
o som dos grilos e sapos que cantam sob a luz da lua
A lua, que se esconde atras da arvores 
As arvores, que sao iluminadas pelo poste de luz solitario daquela rua
E na rua, uma garota sentada olhando em direcao a lua, tentando descobrir o porque de tanta nostalgia aquele momento lhe trazia!
21/07/17 14:14 - Antônio Bacamarte

sad

Olá essoal.
Toda sexta, às 17h19min,
estarei aqui no RL com uma nova crônica.
 A de hoje é


 PAULO SANT'ANA: LUTO
http://www.recantodasletras.com.br/cronicas/6060838

Abraço a todos.

sad
 
21/07/17 12:57 - Rubens Jardim

não te amei logo de cara
levou exatamente quarenta e sete dias e uma noite
foi quando vi que seus olhos choraram
quando te contei sobre as noites de chuva
em uma casa velha que eu morava
foi quando te falei de um poema
sobre a solidão das pessoas nas noites de um bar
e você mordeu levemente os lábios
e me pediu mais uma dose de uísque
levou exatamente quarenta sete dias e uma noite
para eu ver que você era a pessoa que eu queria ao meu lado
quando chovesse ou quando o dia fosse claro
e te vejo agora como te vi aquela noite
e no rádio toca uma música
e você me chama pra ouvir
e talvez vamos dançar juntos mais uma vez


(poema de ADRIANA GODOY, poeta mineira, é formada em letras pela UFMG e trabalha como professora e revisora. Desde pequena escreve, mas foi a era dos blogs que tornou seus textos mais conhecidos. Colabora com alguns blogs e revistas literárias e alguns de seus poemas foram publicados no livro ‘Maria Clara: universos femininos’. Em 2015 publicou o seu primeiro livro solo: Mil noites e um abismo. Adriana Godoy está na 95ª postagem da série AS MULHERES POETAS...Se quiser ler mais, clique no link http://www.rubensjardim.com/blog.php?idb=51457
21/07/17 09:58 - JUNIOR CAMPOS
21/07/17 02:10 - ROBERTO BARROS XXI
ROBERTO BARROS XXI
Cartas18/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano14/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano12/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas04/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias17/05/17
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros17/05/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano17/05/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas29/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas15/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Letras de Música13/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Causos07/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Fábulas05/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Causos04/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas30/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Fábulas29/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Amor29/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros26/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias26/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas23/03/17
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros19/03/17
 
21/07/17 01:20 - Angel Jasminy
NOTAS SOBRE : VOCÊ!

Oi, eu sou um alguém
Que pelas duras linhas da vida
acabei me viciando na pior droga do mundo.
Aquela chamada você. 
Eu comecei só de brincadeira
Em uma roda de amigos
Me disseram que seria bom
Apenas para experimentar, 
Já que todos gostavam de você
porque eu não gostaria? !
Apenas experimentando
Apenas uma dose de olhar
E de olhar em olhar 
Eu passei para coisas mais pesadas 
Como porções do seu perfume
Apenas experimentar
Eles diziam
E quando me vi, 
Já estava viciado 
Haa Tão profundo,
Haa tão marcante 
Pacotes e pacotes de você
Eu consumia diariamente
Nunca tinha experimentado
Algo tão intenso na minha vida
Eu precisava de mais e mais
Quando me dei por mim
Já estava ali, no chão
Entre minhas druidas e ruínas
Apenas experimentando
Semi acordado
Injetando doses e doses de você na veia 
A sensação era boa demais
E surreal demais
O mundo girava devagar quando você estava nele
As cores ficavam mais forte
Quando você me olhava
Apenas experimentando
Eu podia sentir o cheiro
Exalado do verde do seu olhar

(...)

Apenas experimentando
E como todo experimentar
Que se prese
Foi destruindo pouco a pouco meu psicológico,
Mergulhado em você
Afogado por você
Chegando ao ponto de eu não lembrar meu nome 
Mas saber até o seu tipo sanguíneo 
Por que afinal
Era tudo que eu achava de você
Injetado em tudo que restou de mim
Apenas experimentando
Perdi tudo que eu tinha, para ter você 
Vendi tudo que eu era, para ter você
Mudei tudo de mim
Para experimentar você
Apenas experimentando
Até vir parar aqui,
E só então descobrir
Que na verdade nunca tive você
E tudo não passou apenas de alucinações criadas
iIlusões injetadas,
Como um caleidoscópio de emoções
Apenas experimentando eles diziam.
Daquela primeira noite
Daquela primeira experimentada
Chamada você
(....)

 
21/07/17 00:49 - Mille Assis
Saltar

A vontade é de saltar,
mesmo que seja alto
quero me jogar 
e dar esse grande salto.

Porque há momentos
em que nada faz sentido,
até porque, quem guarda tudo,
sem tudo ter tido?

E pensar que é mais fácil,
e porque o difícil deve ser opção?
Se eu não estiver mais aqui,
quem questionará essa escolha de minha razão?


Esta página é atualizada a cada 5 minutos
Última atualização em 24/07/17 10:04