Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda


19/09/17 10:07 - Vitor Pereira Jr
Novo conto no Recanto:
“Na fila do caixa”
http://www.recantodasletras.com.br/contos/6082950
 
Espero vocês também no site:
http://www.vitorpereirajr.prosaeverso.net/
 
Obrigado pelas visitas e comentários!
Abraços literários,
 
Vitor Pereira Jr.

 
19/09/17 09:56 - Espirito Santo
                             AMOR / FLOR

clique no nome (Espirito Santo) acima citado / clique em (TEXTOS) / clique no (TOPICO) / Leia / Medite e deixe seu comentário !
19/09/17 09:34 - Hélio Cabral Filho
Se for beber... me convida!
 
Adoro frequentar um bom boteco;
Beber uma cerveja bem gelada;
Um som, um violão, uma batucada...
Um pandeiro, um chocalho, um reco-reco...

Confira o soneto em sua íntegra...
 
19/09/17 09:24 - Uma Mulher Um Poema

BOM DIA, QUERIDOS RECANTISTAS!
RECEBAM O MEU FRATERNO ABRAÇO!

A CULPA NÃO FOI DAS ESTRELAS - UMA MULHER UM POEMA // PORÉM A LUA PRESENCIOU - APAIXONADO JOVEM


 
19/09/17 08:22 - Lauro Paixão
Lauro Paixão
cheeky
19/09/17 08:04 - Geovani Rodrigues
Escravo!

"Não merecia aquilo! - mentiu para si mesmo.
O simples desejo de liberdade fez seu corpo tremer[...]"

continue lendo...

 
Submissão aberta para revista CIRCUITO prorrogada

Com a proposta de ser semestral, e promover as diversas possibilidades de criação artísticas que apontem para qualquer direção, a CIRCUITO chega a sua 6° edição, que será publicada tanto em sua versão digital quanto impressa. 

Para tanto ela abre espaço para que escritores, blogueiros, ilustradores, fotógrafos, músicos, artistas plásticos ou qualquer outra forma de arte, de qualquer parte, submetam seus trabalhos para apreciação do corpo editorial e possível publicação na revista.

O prazo para envio de material para submissão foi ampliado para 25 de setembro de 2017, e deve ser feito através deste link: http://www.circus.org.br/submissao.

Para checar as edições anteriores basta acessar o site da revista: http://www.circus.org.br/circuito.

A revista CIRCUITO é um projeto promovido pelo pela CIRCUS (Circuito de Interação de Redes Socias) [http://www.circus.org.br], via edital do ProacSP, e distribuída por todo lado no meio universitário e cultural paulista a partir de Assis\SP.
19/09/17 07:33 - Lilian Vargas


 
Ilusão 

Sorvir em cálices
inebriantes
minhas ousadas
fantasias 

Vivi a doce
fascinação  da
alma ingênua e
pura

Mergulhei de corpo
e alma nos desejos
que há muito
escondia

Amealhei meus
sonhos a ti 
numa insana
loucura

Conclamei ao vento 
sem pudor 
todo este imenso
amor

Acalentei no coração 
a utópica magia
que então nos
unia

Pura Ilusão!
Tola eu...
Você  só  existia 
nos versos da
poesia
19/09/17 05:14 - Jorge Gomes Oliveira
SENTIMENTOS
Ahhh o amor...

Violentamente manso
Chega e ocupa todos os cantos
Difícil crer que amar fosse isso
A emoção absurda, faminta, escancarada...
E então vem a invasão de um desassossego bom
Amor...
Arrasando o óbvio, o costumeiro,
Amolecendo o juízo...
O amor vem em curvas, displicente até
Sim, o amor vem rodeando, peçonhento
Nada certo ou calculado, ou mesmo planejado.
E quando menos se espera: vem o bote!
Domina devagar, cresce qual erva adubada
Que nem trepadeira em arames
E vem, chega posseiro, cheio de bagagens,
Porque nunca é breve,
O amor ou fica e te enche o mundo de purpurina
Ou faz um estrago que anos não se repara.
Descompassando literalmente o coração,
Com seus arranhões, ou cócegas, te faz um bem enorme ou fere sem dó.
Mistura de conforto e tormenta ao mesmo tempo
Aquece com uma paz que inquieta a alma
Capaz de mudar o rumo, quem se é, até quem se foi...
Faz brotar pelos olhos o sentir delicado, a entrega de si
Quando chega no peito, instala-se um nó ou um laço...
Não sei...
No efeito inebriante,
Brinca com os pensamentos
E refaz as cenas da memória dezenas de vezes, construindo sonhos...
O amor te faz mais apurado, intensifica o observar,
Mas também te desconecta do mundo
O sábio age como tolo, e os tolos sempre amam...
E tudo fica mais poesia, sons, cores...
sabores, sorrisos, gestos, estações...
Prioriza tudo que se sente,
Revira do avesso e dobra os espaços...
Amor....
Que loucura!!!!!
Não há Darwin que teorize ou encontre o elo da sua evolução.
Inexplicável, indecifrável, indestrutível...
... coisa de Deus!
Talvez não seja nada disso...
19/09/17 04:19 - fchagass
281  DE  500  REFLEXÕES: MENSAGEM  DO  DIA – II !!!
 
 
BOM DIA!!!
 
EU PODERIA EXPRESSAR UMA MENSAGEM DO TIPO QUE O PESSOAL QUE TRABALHA COM AUTO–AJUDA FAZ, OU ENTÃO DO TIPO GÓSPEL CONFORME OS TELE – EVANGELISTAS FAZEM (E AS VEZES ISSO ATÉ FUNCIONA), AFINAL, É PERFEITAMENTE POSSÍVEL FICARMOS REPETINDO FRASES (PRONTAS) DE EFEITO, DO TIPO NADA VAI DAR ERRADO; SERÁ POSSÍVEL FAZER DE UMA PEQUENA IGREJA, UM GRANDE NEGÓCIO – CADA PESSOA QUE FAZ ISSO, TENDO FÉ-DE MAIS (QUE NÃO CHEIRA BEM, CONFORME AQUELA PELÍCULA CINEMATOGRÁFICA;
 
PODERIA ATÉ PEGAR UM GANCHO E FAZER UM COMENTÁRIO SOBRE ISSO, MAS CREIO QUE ESTARIA FUGINDO UM POUCO AO TEMA A QUE ME PROPUS...
 
ESTÁ ESCRITO (NO SERMÃO DO MONTE):
 
POR ISSO, VOS DIGO:
NÃO ANDEIS ANSIOSOS PELA VOSSA VIDA,
QUANTO AO QUE HAVEIS DE COMER OU BEBER;
 
NEM PELO VOSSO CORPO,
QUANTO AO QUE HAVEIS DE VESTIR.
 
NÃO É A VIDA MAIS DO QUE O ALIMENTO,
 
E O CORPO MAIS DO QUE AS VESTES?
 
(MATEUS 6:25).
 
RESUMINDO, O QUE PODERIA DIZER NUM PONTO FINAL, CONCLUO DIZENDO QUE CONFORME DEUS NOS DIZ ATRAVÉS PO PROFETA ISAÍAS (1:1 RA SBB):
 
SE QUISERDES E ME OUVIRDES, COMEREIS O MELHOR DESTA TERRA!!!
19/09/17 03:04 - vovo fabi
QUANDO ME VI.
ME PUS AQUI 
PARA QUE TODOS SOUBESSEM
QUE EXISTI.
19/09/17 00:00 - JUNIOR CAMPOS
18/09/17 23:03 - Blog Dois Pernods
18/09/17 22:46 - Aleksander de Souza
Será que você está mesmo em busca da felicidade? 


Uma grande parte das pessoas que leram esse título não chegaram a ler também, esse primeiro parágrafo. 

E se você é uma das poucas pessoas, que agora estão lendo esse terceiro, eu quero lhe parabenizar e vou compartilhar algo com vocês que realmente está fazendo a diferença em minha vida, e o que me motiva compartilhar com você que quer melhorar aquilo que já está bom em sua vida.

Talvez as pessoas que não estão lendo este quarto parágrafo agora, sejam pessoas que não estão em busca de felicidade, talvez elas queiram apenas resolver os seus problemas ou se preocupar com a dificuldade de seus obstáculos, que por elas mesmas foram criados. 

A pergunta que eu poderia fazer depois do título, seria assim:

Você está disposto a pagar o preço alto para ter felicidade eterna enquanto aqui viver na terra? 

A maioria das pessoas buscam encontrar uma solução para sua vida, muito rapidamente, elas querem ler um texto rápido, assistir um vídeo de poucos minutos, áudio com menos de 3 minutos e ainda sim querem ser feliz. 

Elas até serão, só que na mesma proporção pela qual a conquistaram. 

Eu vivo em constante felicidade, os que me cercam, podem confirmar isso, mesmo não sendo  necessário, pois a minha verdade, ela é unica pra pra mim, e realmente fará sentido para aquele que  precisa. 

As coisas não acontecem rapidamente, nada pode ser rápido, assim como para se ter felicidade é preciso passar pelo sofrimento, lembram se do que disse Isaac Newton: "Para a cada ação há uma reação" 

Se eu concordo que está frase é verdadeira  então eu preciso encontrará algo que seja rápido para a  unha mudança de vida, já que eu disse que nada pode ser rápido e se nada pode ser rápido algo também precisa ser. 

E é esse o motivo da existência deste texto, que compartilho com você que chegou até aqui.  

Você querendo mudar algo na sua vida, e que isso seja rápido, para que tenha motivação em continuar, já que o sofrimento é necessário, mude a sua "Percepção", ela precisa ser instantânea, com a velocidade de uma fibra ótica. 

Mudando sua percepção verá as infinitas possibilidades de melhoras que existe para sua vida, abandone o pensamento ruim no mesmo instante em que ele se criar, troque o medo pela coragem, a dúvida pela certeza, o será pelo eu consigo. 

Aprenda a ser feliz, suportando o máximo de dor, ultrapassando todos os obstáculos, abandonando os problemas, busque soluções colocando o foco naquilo que você quer para sua vida, de menos ou quase nenhuma importância para o que falam ou pensem de você, a crítica verdadeira é percebida e aceita quando você acredita, e está fazendo o que é certo. 

Ser feliz não tem limites, como também não pode ser em um passe de mágica, pague o preço e tenha como recompensa a sua eterna Felicidade. 

(Aleksander de Souza) 
3P2As
18/09/17 21:56 - walter pantoja teixeira
A lágrima
(by Walter Pantoja)



www.walterpantojateixeira.recantodasletras.com.br
02.05.2017 – 11h46 –
Mudei meu comportamento. Em vez de usar meu tempo cobrando atitudes dos outros, emprego-o tomando atitudes.
 
18/09/17 19:10 - Alexandre Ivanovski

222x119
O balaço
Minha mãe é impura, seu sangue que molha as calças é impuro. Nada posso fazer para que essa situação mude de espectro. A comida que toca com os dedos é infectada, a roupa de cama que põe em seu leito à noite é fedorenta. O pequeno cão que a acompanha pela casa é doente. E tudo isso é culpa minha.
No mesmo momento em que eu escrevo isso me escondo no fundo de minha cela, dividida com quatro, em um pequeno espaço onde posso apoiar o caderno em um colchonete e escrever. Cumpro pena de vinte e sete anos no presídio e já estou aqui faz três anos. Não perdi a eloquência que tenho desde criança e escrevo quando permitem.
Estudei até o médio, intencionando seguir carreira no Banco do Brasil, mas o crime me cooptou antes de terminar o terceiro ano de contabilidade. No dia de hoje, muito quente mesmo para o verão no Sudeste desse grande Brasil, cumpro minha pena escrevendo sobre alguém a quem amo muito, minha pobre mãe. 
Houve um dia um balaço, que com um breve estampido saiu de minha arma e perfurou o peito de um padeiro. Era meu segundo assalto armado, mas não tive a sorte do primeiro. O homem também tinha um berro (arma) e fui reagir para me salvar. O balaço atravessou o peito do indivíduo, que perdendo forças deitou-se de costas no chão.  
Sabe Deus o porquê, mas ao invés de desaparecer da cena fiquei ali, junto ao meu cadáver, à espera da justa. Acho que não foi idiotice, mas uma surpresa imensa que me deixava embasbacado. Era meu primeiro cadáver e eu ficava ali, à espera de alguém que pudesse me redimir do pecado aplicando-me a pena.
Tive uma criação muito religiosa, igreja evangélica. “Não matarás” disse o homem santo. E eu havia matado. Por conta disso, sabia eu imediatamente, toda minha família teria de pagar pelo erro. O que me veio à mente foi mamãe, boquiaberta, negando que seu único filho seria assassino. Sempre acreditou nos resultados de minha educação.
Porque o balaço entrou no corpo daquele moço que eu nunca havia visto na minha vida minha mãe tornou-se lazarenta. Pelo milagre de Jesus apenas sua alma poderia ser salva, redimida do assassinato praticado pelo filho único dela. Nunca mais minha mãe caminharia pelos caminhos naturais, e a culpa era toda minha.
Eu havia combinado com o Crioulo e o Zé da Bandana para me encontrar na esquina da padaria ao meio-dia e meio em ponto, que era para a gente surpreender a vítima à hora do almoço. A gente limpava o caixa e sumia dali correndo pela viela, atrás. Um carro, que a gente havia rapinado durante a noite, ia servir de apoio à operação.
Tudo feito, eu entrei primeiro na padaria; o Crioulo e o Zé da Bandana vindo logo depois. Mas foi o meu instinto de assassinato que falou mais alto, quando senti que o moço lá ia sacar a arma. Atirei o balaço, os dois marginais sumiram e eu nada vi. Fiquei em pé, com uma pequena multidão se formando, e sirenes de polícia soando ao longe.

E as mãos de minha mãe cheiram a vinagre, enquanto seus pés cheiram a estrume. O ar que respira vem pesado e sonoro, abrindo caminho para o som dos cancros que tomaram conta de seu pulmão amaldiçoado. Sua urina é como o ácido que corrói tudo pelo caminho e é fétido e gelado como um ninho de cobras. 
Eu amaldiçoei minha mãe, quisera Deus a tivesse matado. Pois confidenciou-me um anjo, meio demônio, que vive no céu dos amaldiçoados: “jamais haverá abrigo em seus braços para o filho do homem”. Disse-me o anjo que nem mesmo uma criança pequena faminta se aproximará do seio seco de minha mãe.
Pudesse eu voltar atrás teria corrido da padaria. Não ficaria como uma estátua, plantado ao lado de um cadáver, à espera da apreciação de qualquer gente! Aquela aglomeração, tivesse ela dissipado, e não chegado lá nenhum polícia! Tivesse eu desaparecido do lugar como fizeram o Crioulo e o Zé da Bandana! Fizesse eu o certo pelo errado!
Tivesse eu me evadido, talvez hoje minha mão não fosse maldita e dessa terra não seria minha mãe banida, por ter um dia dado de mamar ao Cão! Rogo todo o meio-dia com os pés sobre um balde invertido, para com ele os olhos alcançarem a luz do sol, pedindo para que possa o anjo-demônio do céu dos amaldiçoados não judiar mais da minha mãe! 
Um dia, quiçá, Deus me ouvirá! Enquanto isso, me encolho contra a parede apoiado ao colchonete, nessa sela lotada de marginais, e escrevo no caderno. Nele não há apenas lamentos, nem tudo é lugar exclusivo de pedidos ao Deus do Universo, também há o registro de acontecimentos muito comuns.
No meu caderno registro o que ocorreu há alguns meses na cela do corredor dos perigosos: dizem que um homem não identificado golpeou com um machado os pés de outro homem. Era coisa de dívida de dinheiro ou, na minha opinião, era caso de perversidade mesmo. Foi para fazer o mal sendo muito mau. 
Pois, conforme registrei no caderninho, o homem gritava de dor e, hoje para caminhar, se arrasta pelo chão com os tocos das pernas, sem os pés, uma vez que não há aqui para ele o benefício de uma cadeira-de-rodas. Não acho que o preso aleijado é boa gente, mas às vezes falam aqui de direitos humanos. No entanto, ninguém acredita nisso, não.
Enquanto o sol vai descendo no céu, minhas costas vão ardendo contra a parede ensolarada do lado de fora. Nesse instante, sei que minha mãe toma café com leite talhado, depois se banha na água gelada que se projeta do chuveiro queimado, e a pele arde por causa das picadas dos mosquitos borrachudos. 
Se eu tivesse tido a sorte de matar-e-correr, ou não houvesse acontecido o balaço, haveria minha mãe de ter tido outra sorte? Diz o pastor que quem deu leite de mulher ao Cão não alcança perdão. Teria eu outra sorte se fugisse, ou sou eu uma prova viva do mal que tomou conta do amor inocente de uma mãe? Haverá o perdão?
Texto de Alexandre Ivanovski. 110x101
Visite minha página:
www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=64408 
18/09/17 19:05 - JESSICA ROSANNE
A FUNAI está aí, vai proteger!

O dia 05 de dezembro de 1967 não foi um dia qualquer, é considerado uma marco em nosso país cheio de "brasis" e pluralidades. Nesse dia, foi sancionada a lei de n° 5.371 e a criação da Fundação Nacional dos Índios (FUNAI) que tem como missão institucional "proteger e promover direitos dos povos indígenas no Brasil."

      Compete a FUNAI promover estudos de identificação e delimitação, demarcação, regularização fundiária e registro das terras tradicionalmente ocupadas pelos povos indígenas, além de monitorar e fiscalizar as terras indígenas.

      É ainda sua função, promover políticas voltadas ao desenvolvimento sustentável das populações indígenas. Nesse caso, a FUNAI promove ações de etno-desenvolvimento, conservação e a recuperação do meio ambiente nas terras indígenas, além de atuar no controle e mitigação de possíveis impactos ambientais decorrentes de interferências externas às terras indígenas.

     A atuação da FUNAI é orientada por diversos princípios dos quais se destacam: o reconhecimento da organização social, costumes, línguas, crenças e tradições dos povos indígenas no Brasil.

      Em meu quarto, sentada diante de minha escrivaninha, olho para a imensidão do céu, o calor escaldante, vejo cercas e mais cercas elétricas, muros e mais muros sufocando um pé de abacateiro e tudo isso é medida de segurança. Fico perplexa em refletir sobre tudo isso, já se passaram 50 anos que os povos indígenas estão lutando por algo que está garantido por lei em nossa constituição.

      Recentemente, no último noticiário que assisti, os índios estavam em Brasília cercados e monitorados por policiais clamando por demarcações de suas terras. Assistir isso é relembrar a história do índio, o famoso 19 de abril, contada nos livros didáticos de antigamente.
Não sentimos dor em vê_los ali.

       Até parece que não são vistos, é como se não tivessem amor à terra, aos filhos, ao próximo é como se não sentissem saudade, dor afeto, vontade, como se não tivessem sonhos ou se não fossem seres humanos.

      Será que nos próximos 50 anos só veremos índios em filmes, documentários ou em fotos”? Compreendo que a força dos rituais antepassados são fortalezas, suas danças, seus cantos são de expressão da resistência de sua cultura.    

      Me preocupa a fala de um amigo meu, antropólogo Castorino, ele disse que "esta nova geração não quer aprender estes rituais, devido não suportar a fardo que a civilização traz."

    Ouso até parodiar pelo poema de Carlos Drummond de Andrade
E agora, José?
E agora, José?
Se a verba da FUNAI é desviada?

CPI foi instaurada com mais de três mil páginas.
E agora, José?
Se o tempo fechou,
O lago secou e a proteção não veio.

Chegaram os fazendeiros e foi um tiroteio,
Eles estavam a espera, munidos de arcos e flechas, mas o tiro veio primeiro. “Meu deus que desespero!”.

     Minha cachorrinha "Juma" late na minha Janela como se dissesse. “Não precisa de guerra eles amam a terra”. Sim "Juma", antes a luta era contra os invasores europeus hoje, é contra os donos do capital e pela sobrevivência, amanhã; "sabe lá Deus."

      Antes viviam do que a terra dava, hoje, muitos vivem vagando pelos centros urbanos outros em minúsculas reservas e os demais, lutando por elas. Não e fácil isso, eu sei, mas a FUNAI esta aí, vai proteger!


jessicarosanne.to@gmail.com
18/09/17 17:57 - Kathyucia Ferreira
UMA TARDE ABENÇOADA A TODOS!
POESIAS NOVAS: 
O FUTURO PERTENCE A DEUS
ONDE ESTÁ O AMOR?
ARCO ÍRIS




 
A VIDA É POESIA!
 
HONESTIDADE
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6115854
 
QUANTOS SENTIMENTOS CABEM NUM OLHAR?
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6113900
 
ACREDITANDO NO CORAÇÃO
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/6113306
 
POESIA VIVA
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdedicatorias/6112223
 
A MAIOR CONQUISTA
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdealegria/6111297
 
INFINITUDES
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasespiritualistas/6108194
 
MULHER É SINÔNIMO DE PAIXÃO
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6106600
 
OLHO PRA VOCÊ...
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdedicatorias/6104275
 
O QUE É A PAIXÃO
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6102406
 
VERDE OLHAR
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdedicatorias/6101777
 
O PORQUÊ
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6100506
 
 DOCILIDADE
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdedicatorias/6098316
 
HORA DE DESAPEGAR
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6095091
 
NÃO POSSO E NÃO QUERO
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6094649
 
263º HAICAI
http://www.recantodasletras.com.br/haikais/6094614
 
REAMOR
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdedicatorias/6093069
 
FLORES NÃO PODEM FALTAR
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6091100
 
CINCO MINUTOS
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdedicatorias/6088397
 
NOSSOS SIGNOS COMBINAM
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdealegria/6087929
 
CORDA BAMBA
http://www.recantodasletras.com.br/letras/6087042
 
18/09/17 11:53 - PAULOONZECHAVES
                              A P R E N D I

AGRADEÇO AS TRISTEZAS

QUE A ME FORAM DESTINADAS

PORQUE APRENDI A CONSTRUIR

MINHAS ALEGRIAS..


 
18/09/17 11:52 - Antonio C Almeida


?id=1246955&maxw=495&maxh=660





























18/09/17 11:48 - mares de lisboa
VELHA PAGINA.
Velha página aberta na frase que
mais mi chamou atenção
era antiga a frase,mais nova o personagem
página marcada em azul,um nome grifado
morena poesia quero ser seu namorado.
18/09/17 11:40 - Natões Pox
Olá pessoal estou aqui para informá-los que o capítulo 1 de Em memória ao passado já está disponível para que possam ler e acompanhar essa Novela. Está intitulado como De volta ao nunca esquecido.  Podem deixar comentários e novas sugestões para a novela que foi feita para vocês, desde já agradeço a compreensão de todos.

Atenciosamente, Natan Rodrigues Araújo Macelo
18/09/17 10:39 - celina vasques
Marcas...
(....) Deixo meus passos marcados
Nas caminhadas que faço... Marcas tatuadas nas calçadas
Lugares que pisei com meus pés descalços...
Cabelos no rosto... Lágrimas ao vento
Desfiando momentos da minha vida
com voce no meu pensamento! (...)
celina vasques
Nenhum texto alternativo automático disponível.
18/09/17 09:12 - Charles Alexandre
Sobre Lobos e Cordeiros

Nos extrmos não há equilíbrio.
Tanto direita como esquerda, não importa se destro ou canhoto. Lobos aparecem de todos os lados.
O poder que lobos exercem sobre cordeiros é cruel.
Em nosso país, todo e qualquer político, ou detentor do poder, aniquila os menos favorecidos.
Fomos explorados quando Colônia, Império, República (tanto a provisória, quando a definitiva em 1993). Nossos Presidentes, detentores do poder (LOBOS), sempre legislação em causa própria. Fazendeiros, cafeicultores, empresários, partidários, mídias...
Nunca, em nenhum governo, o povo teve acesso a saúde de qualidade, educação e ao mínimo de qualidade de vida. Neste país os mais necessitados sobrevivem.
É inadmissível que tanto desvio em causa partidária, seu líder não tenha conhecimento.
Sou a fovor da prisão sim, de todos aqueles que saqueiam cofres públicos, de todos que acobertam, "sem conhecimento", de todos aqueles que sucateiam o bem público para "vender" (ou doar) a empresas para "garantir" seu funcionamento, daqueles que compram aliados para continuar no poder, daqueles que pensam que nosso país continua Colônia de exploradores sem pátria, dos que usam a lei para a própria proteção, sou a favor do povo, esse sim, devorado por lobos sedentos de sangue.
Não sou partidário, nem ao menos tenho políticos de estimação. Não sou de esquerda nem direita, sou apenas mais um com "argumentos" porém sem forças para deter Lobos.
18/09/17 08:05 - Lauro Paixão
Lauro Paixão
18/09/17 06:25 - Espirito Santo
                               UNIVERSO / SUICÍDIO (rsrsrsrsr)
                                                  (HUMOR)

clique no nome (Espirito Santo) acima citado / clique em (TEXTOS) / clique no (TOPICO) / Leia / Medite e deixe seu comentário ! paz e bem !
18/09/17 03:52 - Apaixonado Jovem
Minha homenagem para poetisa Uma Mulher Um Poema

Veja o texto

"nós somos bem   apaixonados vivendo lado a lado nesse amor sem fim”
Beijos
De Apaixonado  Jovem e o @poetamilnovo
 
16/09/2017 09:34 - Uma Mulher Um Poema
"Na vida cada passo que damos, encontramos pessoas maravilhosas, E num desses passos encontrei você."
 






18/09/17 02:18 - Rubens Jardim

DELÍRICO

Eu faço versos como quem morre.  Manuel Bandeira

escrevo poemas como quem bate
na porta
perguntando
timidamente
se pode entrar
escrevo poemas como quem bate
no peito
tentando arrancar dali
uma veia do coração
sangue venenoso
escrevo poemas como quem bate
palmas
estupefata de ver
um filho meu
grudado no papel
e esse êxtase todo esse delírio
me excitam
quando rodo a maçaneta
escrevo poemas como quem bate uma punheta

(poema de BRUNA KALIL OTHERO (1995) poeta mineira, publicou seu primeiro livro, “POÉTIQUASE” em fins de 2015, quando tinha apenas 20 anos.Mas antes disso já havia participado da antologia Sarau Brasil(2014) e divulgado seus poemas em O Emplasto e na Germina.É estudante de letras na UFMG e empreende pesquisa sobre a presença do corpo na poesia atual escrita por mulheres. Bruna Kalil Othero está na 98ª postagem da série AS MULHERES POETAS...Se quiser ler mais, clique no linkhttp://www.rubensjardim.com/blog.php?idb=51902
CONVIDO A VOCÊ RECANTISTA MERGULHAR EM UM SONETO MEU QUE EXALA AMOR E PAIXÃO:

TÍTULO: C A S U A L

FIQUE A VONTADE PARA COMENTAR ESTE SONETO QUE RECENTEMENTE FOI SELECIONADO PARA UMA COLETÂNEA. É SÓ CLICAR NO ENDEREÇO ABAIXO OU NO MEU NOME ACIMA.


É SÓ CLICAR: http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/777781
17/09/17 23:00 - Tânia de Oliveira
Clicar na Imagem para conhecer o Poema e ouvir a Música!
 
MEDITATION
Tânia De Oliveira
 
Tem dias que silenciosamente
Tentamos limpar a mente.
E de repente, sai tudo
Que estava velho e condicionado.
Ver-se então, que na lixeira cheia,
Está nossa condicional.
Olhamo-nos internamente
E só restou dentro, o essencial.
No âmago, respira-se em paz
E no coração vida, paixão.
Aí podemos descobrir
Como armazenamos coisas inúteis.
E só vamos perceber
Que foram assim, preocupações vãs,
Nos momentos que estamos bem,
Felizes, livres delas, sãs!
 
Maceió, 17/09/2017
22:08
http://www.taniadeoliveirataniamoreno.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=6117145
17/09/17 21:26 - fchagass
280  DE  500  REFLEXÕES: ESSA  VIDA  PODERÁ  SER  UMA  DELÍCIA  !!!
 
Li e texto algumas vezes e. até sei de cor:
 
Viu DEUS tudo quanto fizera, e eis que era ,muito bom (Gênesis 1:31).
 
A BÍBLIA não está afirmado que era bom, mas que ERA MUITO BOM...
 
Em meu entendômetro, o que se faz necessário, não seria novos (ou mais) ateus tentando argumentarem que DEUS não existe, que aa fé seria uma espécie de cisco no olho, etc... O que se faz necessário mesmo serão pessoas (cristãs ou não cristãs) com a  disposição de  confiar em DEUS de toda alma, de todo entendimento – será que continuaremos com a brincadeira, segundo a qual o homem e o macaco teriam um ancestral comum(?)...
 
Considerando que perguntar não ofende, deixo mais uma  pergunta no ar:
 
Mesmo após os atuais testes de DNA. A hipótese evolucionista continuará sendo ensinada em escolas (inclusive  cristãs), como verdade absoluta????
 
Vale salientar que ainda se o ser humano continuar dizendo que DEUS existe, mas vivendo como se DEUS não existisse,
 
SE, ESSA VIDA É UMA DELÍCIA E A GENTE (O SER HUMANO) ESTÁ ACOSTUMADO A FAZER DIETAS (vive de dietas):
 
EM MEU ACHÔMETRO NÃO AUMENTA O PESO, POR ISSO O SE PODE DESFRUTAR da vida, MAS, É CLARO: TUDO DEMAS É VENENO!!!
 
CONSIDERE ISSO,, ESPECIALMENTE QUANDO PESSOAS ACHAM QUE AS DELÍCIAS DESSA VIDA ESTARIAM EM COISAS COMO TER DINHEIRO E TER STATUS  - SE FOSSE APENAS ISSO, PODERIA SER PREFEITO, GOVERNADOR, DEPUTADO, SENADOR OU MESMO VEREADOR E, QUEM SABE ALGUM MAGISTRADO QUE SOMENTE DE VALE ALIMENTAÇÃO, GANHA MAIS QUE EU...
 
AINDA QUE TIVESSE DINHEIRO, STATUS SOCIAL, ETC, MAS, SEM AMOR SEREI APENAS COMO O CÍMBALO SONORO QUE ALGIÉM RETINE (1 CORINTIOS 13:1).
 
Se falei sobre aor, aproveitarei a oportunidade para explicar que ter amor não se resume a amparar alguém que estiver caído, mas também considerar quem estiver
 
CONSIDEROS QUE MESMO EM MEIO AS SOMBRAS, É POSSÍVEL SABER (E ENTENDER): ACIMA DAS NÚVENS ESTÁ O SOL, ASSIM COMO A LUZ DE DEUS CLAREIA A VIDA DO SER HUMANO, AINDA QUE MUITAS PESSOAS DEIXEM DE VER...
 
O SOBERANO DEUS EM SUA INFINITA E IMENSA GRAÇA (FAVOR IMERECIDO) NOS PERDOE, TENHA MISERICÓRDIA DE NÓS E FAÇA SEU ROSTO RESPLANDECER  SOBRE NÒS, CONFORME SUA BÊNÇÃO EM NÚMEROS 6:24-26).
17/09/17 19:43 - Vitor Pereira Jr
 
Boa tarde, pessoal!
 
“Um texto sem as vogais  A, I, O e U”
 
http://www.vitorpereirajr.prosaeverso.net/blog.php
 
Boas leituras!
 
Vitor Pereira Jr.

 
17/09/17 18:40 - João Carlos Hey
17/09/17 17:23 - Alexandre Ivanovski
222x119
O balaço
Minha mãe é impura, seu sangue que molha as calças é impuro. Nada posso fazer para que essa situação mude de espectro. A comida que toca com os dedos é infectada, a roupa de cama que põe em seu leito à noite é fedorenta. O pequeno cão que a acompanha pela casa é doente. E tudo isso é culpa minha.
No mesmo momento em que eu escrevo isso me escondo no fundo de minha cela, dividida com quatro, em um pequeno espaço onde posso apoiar o caderno em um colchonete e escrever. Cumpro pena de vinte e sete anos no presídio e já estou aqui faz três anos. Não perdi a eloquência que tenho desde criança e escrevo quando permitem.
Estudei até o médio, intencionando seguir carreira no Banco do Brasil, mas o crime me cooptou antes de terminar o terceiro ano de contabilidade. No dia de hoje, muito quente mesmo para o verão no Sudeste desse grande Brasil, cumpro minha pena escrevendo sobre alguém a quem amo muito, minha pobre mãe. 
Houve um dia um balaço, que com um breve estampido saiu de minha arma e perfurou o peito de um padeiro. Era meu segundo assalto armado, mas não tive a sorte do primeiro. O homem também tinha um berro (arma) e fui reagir para me salvar. O balaço atravessou o peito do indivíduo, que perdendo forças deitou-se de costas no chão.  
Sabe Deus o porquê, mas ao invés de desaparecer da cena fiquei ali, junto ao meu cadáver, à espera da justa. Acho que não foi idiotice, mas uma surpresa imensa que me deixava embasbacado. Era meu primeiro cadáver e eu ficava ali, à espera de alguém que pudesse me redimir do pecado aplicando-me a pena.
Tive uma criação muito religiosa, igreja evangélica. “Não matarás” disse o homem santo. E eu havia matado. Por conta disso, sabia eu imediatamente, toda minha família teria de pagar pelo erro. O que me veio à mente foi mamãe, boquiaberta, negando que seu único filho seria assassino. Sempre acreditou nos resultados de minha educação.
Porque o balaço entrou no corpo daquele moço que eu nunca havia visto na minha vida minha mãe tornou-se lazarenta. Pelo milagre de Jesus apenas sua alma poderia ser salva, redimida do assassinato praticado pelo filho único dela. Nunca mais minha mãe caminharia pelos caminhos naturais, e a culpa era toda minha.
Eu havia combinado com o Crioulo e o Zé da Bandana para me encontrar na esquina da padaria ao meio-dia e meio em ponto, que era para a gente surpreender a vítima à hora do almoço. A gente limpava o caixa e sumia dali correndo pela viela, atrás. Um carro, que a gente havia rapinado durante a noite, ia servir de apoio à operação.
Tudo feito, eu entrei primeiro na padaria; o Crioulo e o Zé da Bandana vindo logo depois. Mas foi o meu instinto de assassinato que falou mais alto, quando senti que o moço lá ia sacar a arma. Atirei o balaço, os dois marginais sumiram e eu nada vi. Fiquei em pé, com uma pequena multidão se formando, e sirenes de polícia soando ao longe.

E as mãos de minha mãe cheiram a vinagre, enquanto seus pés cheiram a estrume. O ar que respira vem pesado e sonoro, abrindo caminho para o som dos cancros que tomaram conta de seu pulmão amaldiçoado. Sua urina é como o ácido que corrói tudo pelo caminho e é fétido e gelado como um ninho de cobras. 
Eu amaldiçoei minha mãe, quisera Deus a tivesse matado. Pois confidenciou-me um anjo, meio demônio, que vive no céu dos amaldiçoados: “jamais haverá abrigo em seus braços para o filho do homem”. Disse-me o anjo que nem mesmo uma criança pequena faminta se aproximará do seio seco de minha mãe.
Pudesse eu voltar atrás teria corrido da padaria. Não ficaria como uma estátua, plantado ao lado de um cadáver, à espera da apreciação de qualquer gente! Aquela aglomeração, tivesse ela dissipado, e não chegado lá nenhum polícia! Tivesse eu desaparecido do lugar como fizeram o Crioulo e o Zé da Bandana! Fizesse eu o certo pelo errado!
Tivesse eu me evadido, talvez hoje minha mão não fosse maldita e dessa terra não seria minha mãe banida, por ter um dia dado de mamar ao Cão! Rogo todo o meio-dia com os pés sobre um balde invertido, para com ele os olhos alcançarem a luz do sol, pedindo para que possa o anjo-demônio do céu dos amaldiçoados não judiar mais da minha mãe! 
Um dia, quiçá, Deus me ouvirá! Enquanto isso, me encolho contra a parede apoiado ao colchonete, nessa sela lotada de marginais, e escrevo no caderno. Nele não há apenas lamentos, nem tudo é lugar exclusivo de pedidos ao Deus do Universo, também há o registro de acontecimentos muito comuns.
No meu caderno registro o que ocorreu há alguns meses na cela do corredor dos perigosos: dizem que um homem não identificado golpeou com um machado os pés de outro homem. Era coisa de dívida de dinheiro ou, na minha opinião, era caso de perversidade mesmo. Foi para fazer o mal sendo muito mau. 
Pois, conforme registrei no caderninho, o homem gritava de dor e, hoje para caminhar, se arrasta pelo chão com os tocos das pernas, sem os pés, uma vez que não há aqui para ele o benefício de uma cadeira-de-rodas. Não acho que o preso aleijado é boa gente, mas às vezes falam aqui de direitos humanos. No entanto, ninguém acredita nisso, não.
Enquanto o sol vai descendo no céu, minhas costas vão ardendo contra a parede ensolarada do lado de fora. Nesse instante, sei que minha mãe toma café com leite talhado, depois se banha na água gelada que se projeta do chuveiro queimado, e a pele arde por causa das picadas dos mosquitos borrachudos. 
Se eu tivesse tido a sorte de matar-e-correr, ou não houvesse acontecido o balaço, haveria minha mãe de ter tido outra sorte? Diz o pastor que quem deu leite de mulher ao Cão não alcança perdão. Teria eu outra sorte se fugisse, ou sou eu uma prova viva do mal que tomou conta do amor inocente de uma mãe? Haverá o perdão?
Texto de Alexandre Ivanovski. 110x101
Visite minha página:
www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=64408 
17/09/17 16:15 - JUDD MARRIOTT MENDES
17/09/17 12:56 - ROBERTO BARROS XXI
ROBERTO BARROS XXI
Cartas14/09/17
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros02/09/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Amor02/09/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Pensamentos31/08/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Causos28/08/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas18/08/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano09/08/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas08/08/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas07/08/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas18/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano14/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano12/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas04/07/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias17/05/17
 
ROBERTO BARROS XXI
E-livros17/05/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Cotidiano17/05/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas29/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas15/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Letras de Música13/04/17
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Causos07/04/17
17/09/17 11:18 - JUNIOR CAMPOS
laugh  OLÁ, TUDO BEM COM VOCÊS???  laugh

FAÇO AQUI UM CONVITE PARA QUE VISITEM MEU RECANTO, ALGUNS TEXTOS NOVOS ESTÃO AGUARDANDO PARA SEREM LIDOS. 
****** winkwinkwink******

        ***********************************************************************************
EU NÃO SEI TE USAR...

Eu não sei te usar,
é você quem me usa,
Cansei de chorar,
ensopar tua blusa...

Te quero e você abusa...
Quero sempre te amar,
Eu não sei te usar,
é você quem me usa!

Prometo-te um lar,
pra você minha musa,
Me faz perder o ar,
quando a gente se cruza,
Eu não sei te usar...

 


              ***********************************************************************************



LEIA TAMBÉM: 

SE O AMOR É MAR...(NOVO)
ETERNA NAMORADA (NOVO)
ORDEM DE DESPEJO (NOVO)
O LOBISOMEM VIROU SEREIA (NOVO)
ALDRAVIA JC XLII (NOVO)
DIA DE FEIRA
UM BEBÊ E SUA PRIMEIRA CHUVA
Ó ESTRELA CADENTE
TETRIS
QUERO VOCÊ...
A LOIRA
TE QUERO, MAS NÃO ASSIM...
SOU REI
CALCINHA RASGADA
JARDIM DAS INCERTEZAS
17/09/17 08:28 - Jorge Gomes Oliveira
CARÍCIAS
Quando as emoções das mais doces carícias acontecem, diante da pessoa amada percebo o quanto contempla meu rosto o quanto seu olhar transmite calor.
A emoção consciente de um eterno enriquecimento do próprio sentimento.
É uma alforria com o tempo a mente nem se sente o corpo se deixa levar, tudo se vai! Só a emoção fica, nada resiste e este mesmo corpo cai...
Na ternura envolvente se erradia a vida, uma nova vida em poucos instantes.
Tudo em um só momento No acontecimento real.
Na liberdade passiva que ao seu redor, nada se vê...
Tudo é esquecido e só existe a pessoa amada e quem te faz assim.
17/09/17 08:00 - Marcelocaliman
Excelente dia a todos!
convido a participar do meu blog
marcelocaliman.blogspot.com
sejam bem vindo!!!
17/09/17 07:39 - oliprest
O NOVO HOMEM Conforme escreveu o apóstolo Paulo, e lhe concedeu o Espírito Santo, quem está em Cristo nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. II Co. 5:17.

Mas, como estar em Cristo? E como é essa nova criatura, ou como ser uma nova criatura? Essas perguntas nos são respondidas pelas escrituras.

 A primeira resposta foi concedida pelo Espírito Santo a João, que escreveu: E aquele que guarda os seus mandamentos nele está, e Ele nele. I Jo. 3:24. p.parte. E a nova criatura? O apóstolo, ou melhor, o Espírito Santo através do apóstolo, ratifica na epístola aos Gálatas: Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão nem a incircuncisão tem virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura. Gl. 6:15.

Queremos esclarecer aqui o que o Espírito Santo diz quanto à circuncisão e incircuncisão.

Ao povo de Israel nominal fora dado diversas leis, umas perenes, outras transitórias. E, entre as transitórias, havia a lei relativa ao concerto feito por Deus com Abraão, e que consistia em remover a membrana do prepúcio, membrana que recobre a glande, ou porção posterior do pênis do homem. Essa ação de remoção dessa membrana do prepúcio era realizada em todo descendente macho nascido ao povo de Israel; era cercado por um ritual que devia ser realizado no templo, sempre ao oitavo dia após o nascimento da criança, ocasião em que os pais da criança traziam a sua oferta pela mesma. Ainda que alguns entendam que o ato tenha motivo higiênico, não é o que dizem as Escrituras. Entendemos que isso era uma alegoria para o tempo presente. Isso inferimos pela passagem bíblica que diz: Porque não é judeu o que o é exteriormente, nem é circuncisão a que o é exteriormente na carne. Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão a que é do coração, no espírito, não na letra; cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus. Rm. 2:28 e 29.

 Como vimos nessa passagem, os judeus, última tribo de Israel a ser rejeitada pelo Senhor, perderam o seu direito de herdeiros, e a circuncisão, outrora selo da justiça, e praticada pelos judeus, deixou de ser requerida como tal. Agora o Senhor requer a circuncisão do coração; a remoção da membrana que simbolicamente o recobre, e que, qual véu, impede e separa o homem do seu criador, e não permite que ele entenda as coisas espirituais ou do Espírito de Deus, pela falta do despojamento da sua velha consciência.

E sobre essas coisas, diz o apóstolo: Eis que tu que tens por sobrenome judeu, e repousas na lei, e te glorias em Deus. E sabes a Sua vontade e aprovas as coisas excelentes, sendo instruído por lei; e confias que és guia dos cegos, luz dos que estão em trevas, instruidor dos néscios, mestre de crianças, que tens a forma da ciência e da verdade na lei; tu, pois, que ensinas a outro, não te ensinas a ti mesmo? Tu, que pregas que não se deve furtar, furtas? Tu, que dizes que não se deve adulterar, adulteras? tu, que abominas os ídolos, cometes sacrilégio? tu, que te glorias na lei, desonras a Deus pela transgressão da lei? Porque, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vós. Porque a circuncisão é, na verdade, proveitosa, se tu guardares a lei; mas, se tu és transgressor da lei, a tua circuncisão se torna em incircuncisão. Se, pois, a incircuncisão guardar os preceitos da lei, porventura a incircuncisão não será reputada como circuncisão? E a incircuncisão que por natureza o é, se cumpre a lei, não te julgará porventura a ti, que pela letra e circuncisão és transgressor da lei? Rm. 2:17-27.

E diz mais o apóstolo: A circuncisão é nada e a incircuncisão nada é, mas sim a observância dos mandamentos de Deus. I Co. 7:19. E isso é ratificado em outra epístola, onde diz: Porque em Jesus Cristo nem a circuncisão nem a incircuncisão tem virtude alguma; mas a fé que opera por caridade. Gl. 5:6. Como nos instrui o Espírito da Verdade, o Espírito Santo, a caridade de Deus é esta: que guardemos os seus mandamentos. I Jo. 5:3. Assim, a fé que opera por caridade, é a fé nos mandamentos de Deus, porque aquele que não crê não pode observá-los.

E sobre a unificação dos dois povos, os judeus e os gentios, diz o apóstolo: Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens. Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade d’Israel, e estranhos aos concertos da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora, em Cristo Jesus, vós que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque Ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derribando a parede de separação que estava no meio, na Sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei de mandamentos que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz. Ef. 2:11-15.

Veja, entretanto, o que se requer para isso: E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em justiça e retidão procedentes da verdade. Ef. 4:24.Como já temos demonstrado, a justiça e a verdade de Deus são os Seus Mandamentos, conforme Sl. 119:142 e 172.

E arrematando o alinhavo, citaremos ainda outra escritura inspirada ao apóstolo: E vos revestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou; onde não há grego nem judeu, circuncisão nem incircuncisão, bárbaro, cita, servo ou livre; mas Cristo é tudo em todos. Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos, e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade. Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se algum tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. E, sobre tudo isto, revesti-vos de caridade, que é o vínculo da perfeição. Cl. 3:10.

Assim, o novo homem tem o sinal da perfeição: A observância do quarto Mandamento de Deus, que, aliás, é o sinal entre Deus e o Seu povo, Ez. 20:20; e é novo porque está ligado a Cristo através desses Mandamentos. I Jo. 3:24. Pois, a caridade, que significa a guarda dos Mandamentos de Deus, conforme I Jo. 5:3, é que reveste o velho homem, tornando-o perfeito: nova criatura e novo homem.

Oli Prestes
Missionário
17/09/17 07:18 - Lauro Paixão
.......................


...contemplar é uma maneira de viver!
Bom Domingo!
Lauro Paixão


https://www.youtube.com/watch?v=QGpa-qr2ty0&list=RDQGpa-qr2ty0&t=12
 
 
17/09/17 01:20 - Rubens Jardim

no oráculo de brancas coxas
a virgem desvela-se
a castidade
rubra
rosa
pecaminosa
tomba
!
a espada em silêncio e fé
verga
e
rende-se
vencida pelo cansaço das veias


(poema de WANDA MONTEIRO, poeta paraense, é advogada e escritora. Já foi revisora e produtora editorial. Divulgou seu trabalho em revistas, blogs e sites. Publicou O Beijo da Chuva, (2009), Anverso, (2011), Duas Mulheres Entardecendo, (2011) e Aquatempo – Sementes líricas ( 2016),Wanda Monteiro está na 98ª postagem da série AS MULHERES POETAS...Se quiser ler mais, clique no link http://www.rubensjardim.com/blog.php?idb=51902
17/09/17 00:49 - Rovângela Neves
Acompanhe a minha última publicação, o pensamento se chama :
Feliz Aniversário ! 
16/09/17 23:06 - Aser Bueno Jr
um dia de chuva
pra um dia nublado
um dia de angustia
pra um sortudo azarado ...



me conheçam ...
16/09/17 22:11 - Sandra Fayad Bsb
ÀS VEZES A GENTE NECESSITA DAR UMA SACUDIDA PARA QE AS PESSOAS ACORDEM . NESTE PEQUENO POEMA TENTO FAZER ISTO.

http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6116265
16/09/17 20:44 - fchagass
279  DE  500  REFLEXÕES:  CONFIAR  E  QUEM  E  PARA  QUE  –  II !!!
 
No texto (anterior): 278 DE  500  REFLEXÕES:  CONFIAR  E  QUEM  E  PARA  QUE  !!!, eu disse:
 
NUNCA TIVEMOS UMA FACILIDADE TÃO GRANDE DE OUVIR FALAR SOBRE DEUS, JESUS CRISTO, FÉ, ETC...
 
POLÊMICAS, NEM SE FALA – ATÉ MESMO OS QUE SE DIZEM CRISTÃOS DIUSCUTEM DE FORMA PEJORATIVA UNS COM OS OUTROS, AO INVÉS DE OBEDECEREM AO SENHOR E, MEDITAR NA PALAVRA... O SALMOS 25:14 E 138:8 PODEM RESPONDER A ESSAS QUESTÕES...
 
OS INCRÉDULOS ATÉ ESTÃO CANSADOS DE QUESTIONAR PORQUE EXISTEM TANTAS IGREJAS, COMÉRCIO DA FÉ, ETC; AO  INVÉS DE QUESTIONAREM PORQUE COLEGAS OU AMIGOS BEBEM TANTO E FUMAM SEM PARAR (CADA ESQUINA TEM UM BAR, AS VEZES ATÉ A PRÓPRIA RESIDÊNCIA É TRANSFORMADA NUM BAR E UM SIMPLES CIGARRO CONTÉM MILHARES DE SUBSTÂNCIAS NOCIVAS À SAÚDE)...
 
DIGO ISSO SEM FALAR SOBRE A INSENSATEZ DO SER HUMANO ONDE A VIOLÊNCIA CEIFA MLHARES DE VIDAS A CADA DIA, EM TODOS OS LUGARES.... MESMO COISAS COMO JUROS E CORREÇÕES E SUAVES PRESTAÇÕES QUE NÃO TERMINAM APRISIONAM O SER HUMANO, FAZENDO QUE GRANDE PARTE DAS PESSOAS JÁ NÃO SEJAM DONAS DO PRÓPRIO DINHEIRO,  ANTES OS MAIS POBRES TRABALHAM PARA OS MAIS RICOS – NEM VOU CITAR PROBLEMAS COMO FALTA DE SANEAMENTO, FALTA DE INVESTIMENTOS NA SAÚDE E NA EDUCAÇÃO, DESVIO DE VERBAS PÚBLICAS, PROPINODUTO, ETC – ORA PRA NÃO SER PROLIXO E PRA NÃO DIZER QUE O CIDADÃO DEIXA PRA LÁ, DIREI APENAS QUE HÁ VÁRIOS DIAS UM CARRO DE SOM FAZ PUBLICIDADE VÁRIAS VEZES POR DIA, ANUNCIANDO QUE GRAÇAS AO EMPENHO DE DETERMINADA PESSOA E SUA AMIZADE COM O GOVERNANTE, APÓS APRESENTAR UMA PROPOSTA SAIU A VERBA PARA ADQUIRIR UM MEIO DE TFD PARA LEVAR DOENTES E ENFERMOS PRA CAPITAL –  NEM  SE DÁ CONTA QUE DUAS OU COISAS CAUSAM TRISTEZAS E ENFERMIDADES SOCIAIS:
 
PRIMEIRA: FALSAS ESPERANÇAS9 (ESSE TIPO DE CONVERSA É COMUM NA  BOCA DE REGRESSISTAS E PARALAMENTARES E4M GERAL);
 
SEGUNDA: FALTA DE INVESTIMENTOS PRÁTICOS EM SAÚDE E EDUCAÇÃO (SE O PSEUDO REPRESENTANTE PENSA EM MELHORIA NAS CONDIÇÕES DE SAÚDE E EDUCAÇÃO, PENSE EM COISAS COMO MELHORES CONDIÇÕES SOCIAIAS, MAIOR NÍVEL DE JUSTIÇA, FAMÍLIAS BEM ESTRUTURADAS E COISAS SIMILARES.
 
OBSERVAÇÃO: ACHAR QUE A AQUISIÇÃO PELO MUNICÍPIO DE MEIOS DE TRANSPORTE PRA LEVAR DOENTES E ENFERMOS PRA CAPITAL, SEM SALÁRIOS JUSTOS E DIGNOS, É JOGAR DOENTES E ENFERMOS NA RUA DA AMARGURA, POIS DISTANTE DOS CUIDADOS DA FAMÍLIA E SEM DINHEIRO PRA ALIMENTAÇÃO E REMÉDIOS, É  ACHAR QUE ENTRE DEMAGOGIA E FÉ NÃO EXISTE UM ABISMO GRANDE, POIS PELA FÉ, NÓS (IGREJA DO SENHOR) TEMOS ORADO  INCESSANTEMENTE, INCVLUSIVE  POR GOVERNANTES E POLÍTICOS COERENTES COM AS NECESSIDADES DO POVO, E TEMOS VISTOO O INVISIVEL DE DEUS INVADIR O POSSÍVEL DOS DEMAGOGOS  DE ESQUERDA, DIREITA, OU VOLVER....
 
DEUS, SENHOR DOS SENHORES TENHA MISERICÓRDIA DA NAÇÃO, EM O NOME DE JESUS CRISTO QUE VERTEU SEU SANGUE PARA QUE SE TENHA VIDA E VIDA EM ABUNDÂNCIA (JOÃO 10:10)...
 
TERCEIRA: ESSE TIPO DE PROPAGANDA, POIS SE GASTA UM CONSIDERÁVEL DINHEIRO PÚBLICO PEDINDO VOTOS ÀS PRÓXIMAS ELEIÇÕES (SEJA CANDIDATO DE ESQUERDA OU DE DIREITA).
 
CERTAMENTE É PRECISO QUE O SER HUMANO (CRIATURA) CONFIE EM DEUS (SEU CRIADOR) DE TODO O CORAÇÃO, DE TODA A SUA ALMA, DE TODA A SUA FORÇA E DE TODO O ENTENDIMENTO, COMO DISSE JESUS (MATEUS 22:36–40, MARCOS 12:29–31, LUCAS 10:25–28).
 
AFINAL, É FÁCIL DIZER ISSO DA BOCA PRA FORA E DEPOIS SUPLICAR APENAS AS BÊNÇÃOS...
 
DEUS EM SUA IMENSA GRAÇA (FAVOR IMERECIDO) NOS PERDOE E TENHA MISERICÓRDIA DE NÓS...
06.04.2017 – 23h55 –
Se a popularidade lhe basta, siga na mediocridade.
16/09/17 18:28 - Izabella Monroe
O DESFILADEIRO

http://www.recantodasletras.com.br/contosdefantasia/6114297
"Como saber quando as pedras estão no caminho apenas para fortalecer a causa e devem ser desviadas e quando deve-se aceitá-las como um aviso para desistir?"


Esta página é atualizada a cada 5 minutos
Última atualização em 19/09/17 10:46