Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU...

EU...

Eu não quis dizer isso quando eu disse que
Eu não te amava tanto
Eu deveria ter te agarrado
Eu nunca deveria ter deixado você
Eu fui estúpida, eu fui tola ir.
Eu não sabia nada
Eu estava mentindo pra mim mesma
Eu não poderia ter compreendido que
Eu não viveria sem o teu amor
Nunca me imaginei sentada
Aqui sozinha
Achando que eu não te conhecia
Você deve achar que eu não me conheço
Mas eu pensava que sabia de tudo
Eu nunca senti o sentimento que eu estou sentindo
Agora que eu não ouço mais a sua voz
Nem sinto o seu toque, nem o beijo dos seus lábios.
Porque eu não tenho escolha
Oh o que eu não daria
Pra te ter deitado ao meu lado
Exatamente aqui, porque, baby.
Quando você se foi, eu perdi uma parte de mim.
Ainda é tão difícil acreditar
Volte baby, por favor, porque.
Nós pertencemos um ao outro
Em quem eu poderei me encostar
Quando os tempos se tornarem difíceis?
Quem vai conversar comigo ao telefone
Até o sol aparecer?
Quem vai tomar seu lugar?
Não há ninguém capaz
Oh baby
Nós pertencemos um ao outro

Eu não consigo dormir à noite
Quando você está na minha cabeça
Bobby Womack está tocando no rádio
Cantando pra mim: “Se você pensa que está sozinho agora”
Espere um minuto, isso é tão profundo.
Eu preciso mudar de estação
Então eu giro o dial, tentando dar uma parada.
E então ouço Babyface
“Eu só penso em você” e está magoando meu coração
Eu estou tentando manter tudo nos conformes, mas eu estou me   despedaçando.

Eu to me sentindo fora de mim
Jogando coisas, chorando, tentando
imaginar o que diabos eu fiz de errado
A dor está refletida nessa canção
E não é nem metade do que eu estou sentindo por dentro
Eu preciso de você, preciso de você de volta em minha vida baby.


Quando você se foi, eu perdi uma parte de mim.
Ainda é tão difícil acreditar
Volte baby, por favor, porque.
Nós pertencemos um ao outro
Em quem eu poderei me encostar
Quando os tempos se tornarem difíceis?
Quem vai conversar comigo ao telefone
Até o sol aparecer?
Quem vai tomar seu lugar?
Não há ninguém capaz
Oh baby
Nós pertencemos um ao outro


Quando você se foi eu perdi uma parte de mim
Ainda é tão difícil acreditar
Volte baby, por favor, porque.
Nós pertencemos um ao outro
Em quem eu poderei me encostar
Quando os tempos se tornarem difíceis?
Quem vai conversar comigo ao telefone
Até o sol aparecer?
Quem vai tomar seu lugar?
Não há ninguém capaz
Oh baby
Nós pertencemos um ao outro.
ANJINHA
Enviado por ANJINHA em 26/03/2006
Código do texto: T128624
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ANJINHA
Nova Iguaçu - Rio de Janeiro - Brasil
5 textos (459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:28)