Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
SEM EIRA NEM BEIRA 

S em dinheiro, emprego e sem lar
E sem nada na vida para fazer
M uita gente mora em qualquer lugar!

E assim vão morar em baixo da ponte
I sto é mais do que podem suportar
R azão porque lá no alto do monte
A favela já começou a aumentar.

N essa terra dura, lisa, a  eira
E onde se debulham os cereais
M uitos trabalham o dia inteiro

B eira é ter onde se firmar
E suporte para o barqueiro
I mpulsionar o barco e remar
R ebordo do rio, sempre a escoar
A eira sem beira, nada pode dar!

Elma do Nascimento

Estou correndo a Maratona de Acrósticos, vem comigo também!
Victoria Magna
Enviado por Victoria Magna em 28/03/2006
Reeditado em 29/03/2006
Código do texto: T130090
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Victoria Magna
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
329 textos (130051 leituras)
1 e-livros (99 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:48)
Victoria Magna