Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENSAGEM

A luz da nuvem alta, acorda em mim a flor do amor
Vago avanço no tactear das palavras da canção, clareia
Para lá do oceano a minha luz, amanhã encontro-te
Até já. O lenço em flor desafia o signo da partida
O espaço interior entre a folha do coração feliz  e
A fonte furtiva no inicio de Setembro, a menina
E agora já é noite, ainda há um minuto o sol iluminava
A nuvem alta da mensagem em braile, toco-lhe como a
Polpa do colo, o peitoril para adivinhar o futuro
Crepúsculo, o amor perdura para lá do tratado sobre
A noite na saudade. A vida começa no outro Bairro.
Dança-se, perde-se a claridade a dançar na Maria
Cachuça para lá dos limites da mesa de madeira
Em flor e fora de portas. Há ainda um movimento
Os dois corpos nus no retrato, só nos chegam os
Ecos, o lugar desnecessário em que um corpo
Entra no outro corpo. Deus está para lá da mensagem
O amor apenas roçou a alma e a fonte furtiva, da
Distância , o percurso é doce e incerto, interminável.
A transparência da mensagem está do lado de cá
José Gil
Enviado por José Gil em 05/09/2006
Código do texto: T233385
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Gil
Portugal, 63 anos
23 textos (954 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:34)