Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

amo-te nas alturas

amo-te nas alturas bem junto ao chão
onde o pequeno é grande como a mesa
compacta, volumosa e estreita, pequena
pela febre de escrever muito junto á água
 
longe do rio onde nasce no deserto
impenetrável a alma certa , amar é dizer
o mar onde o amor  é e se confunde
no desejo de avançar e parar
 
meu rosto rente á poeira na altura
todo o vento a transporta e eu fico
e ela volta, essa língua de argila
 
 
a doçura da casa, toco-a és tu
a porta abre-se no centro do teu
corpo, a polpa do verão na água
José Gil
Enviado por José Gil em 07/09/2006
Código do texto: T234681
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Gil
Portugal, 63 anos
23 textos (954 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:33)