Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor aos pedaços

Morro no imenso vazio de teus braços...
Suave ilusão da razão do não ser...
Renasco, em fragmentos de mim mesmo, aos pedaços...
Vontades decompostas do vão entender...
Cresço, em mim, de mim, para mim, sem saber que o faço...
Em estórias olvidadas, num distante e perdido esquecer...
Assim vivo, no imenso vazio de teus abraços...
Suave desilusão da razão do efectivamente ser...
António de Almeida
Enviado por António de Almeida em 12/10/2006
Código do texto: T262544
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António de Almeida
Portugal, 42 anos
12 textos (454 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:35)
António de Almeida