Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Censura



Censura
=======ErdoBastos

C rime cometido contra a liberdade
E xpressão preferida do déspota
N uvem negra que embaça a bondade
S utíl prisão, defesa do hipócrita
U m ato de suprema maldade
R etém, pretende manter incógnita
A ta mãos, cala vozes, esconde a verdade.

===========================

P ara poderem dizer-se poetas
O u apenas,  livres  almas
E andar de cabeças eretas
S acrifiquem o gosto pelas palmas
I dentifiquem suas dores secretas
A portando-as em águas calmas...

É porto seguro, a palavra

A ceitar censura, ao contrário
R etém as palavras no peito
T ransforma em rato o canário
E os poetas, em remédios sem efeito.


======================================

Manifesto meu repúdio, veementemente, a qualquer forma de censura, da mais direta a mais velada.
Meu compromisso, enquanto poeta, é com as letras e as palavras.
E enquanto homem e pai, com o exemplo de liberdade e de coragem que desejo deixar aos meus filhos.

================================================
ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 24/10/2006
Código do texto: T272381

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
789 textos (36903 leituras)
2 áudios (124 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:44)
ErdoBastos