Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
De Pai pra Mãe

Tenho em ti a mais viva esperança
Entre mundo não existe outra igual
Relicário de rara beleza
Existência de todo o meu mal
Zelarei arduamente por teu nome
Indo embora ficarás no meu eu
Não me deixes a mim por amor
Hás de ver o quanto eu gosto de ti
Altiva, feiticeira és meu mal

Algum dia espero-te, compreender-me
Linda jovem da cor de maçã
Ver-te-ei debruçada em meus braços
Entre flores, risos, cantos, musica, perfume e felicidade
Sempre minha um dia hás de ser


Homenagem a meu querido PAI e melhor amigo.
Ele se foi, mas sua obra é vida.
Este acróstico encontrei no fundo do baú.
O mesmo foi datado de 27 de Fevereiro de 1953
Zedio Alvarez
Enviado por Zedio Alvarez em 10/11/2006
Reeditado em 06/08/2008
Código do texto: T287242
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zedio Alvarez
Petrolina - Pernambuco - Brasil, 59 anos
3324 textos (117348 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:22)
Zedio Alvarez