Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Assim te conheci - II

Linda de viver, pequena, frágil,
um dia eu assim te conheci;
contive meu impulso em te pegar,
impulso de te ver nos braços meus,
ainda tão pequena, já amada;
nada falei, porém, eu nada disse;
ali, junto a teu berço, apenas ri.

Riso nos lábios, um olhar profundo,
outra pessoa ali estava a rir;
deve ter dito algo sem notar,
rodaram em minha mente outras imagens,
imagens que ‘inda tenho hoje guardadas;
guardei mais essa cena, esse instante;
um dia talvez possa te dizer;
eu vendo ali tu, eu e mais alguém,
senti amor, um grande amor senti.

Com uma vida toda a teu dispor,
és pequenina, simples, graciosa;
sadia crescerás, eu hei de ver,
a vida toda hei de te louvar,
rezando meu louvor em verso e prosa.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 26/10/2005
Código do texto: T64060
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulo Camelo - www.camelo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 68 anos
909 textos (260176 leituras)
36 áudios (10732 audições)
6 e-livros (1679 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 09:00)
Paulo Camelo

Site do Escritor