Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quadrado do Quarto





O segredo agora é não ter hora certa
Porque de tudo que tentei
Fugiram todas as verdades que insisti
Estou de volta
Reinventando tudo que desistiram
Estou com todos meus ditos
Como se fossem os últimos
Segredo assim fica difícil realizar
Dizer, refletir
Quero glorificar todos meus sonhos
Entrego-me ao falar de tua boca
Fiquei aqui assim com medo da face
Não reagi como dizer e nem fazer
Em uma rua escura
Tem sempre um medo a cada esquina
Mas disso não há mais a temer
Quando andas certo
Luzes há de acender para teu caminho feliz
Um velho cansado tem muito a que falar
Pena que somos tão jovens para ouvi-lo
Assim é meu jeito de fazer
Como um índio conhece você?
Sem ao menos saber seus passos
Porque se entrega com seus próprios vícios
Hoje irei dormir mais cedo
Não porque achei um defeito
E sim porque li palavras que me dissestes
Como mentir
Como dizer o que sente ao próximo
Eu já sei o que fazer
Você reagiu como se fosse a ultima
Eu quero ser seu resultado
Mesmo com todas as matemáticas desta vida
Pois assim serei o universo do meu feliz
Um grato por ser natureza verde
Sempre maduro para tuas realidades
E nunca podre para mentiras
Ser foto já não adianta mais
Tem que ter carne para o amor realizar.
Elton
SEM CRISE
Enviado por SEM CRISE em 18/09/2007
Código do texto: T658355

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
SEM CRISE
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
159 textos (5689 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 08:18)
SEM CRISE