Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALHAÇO

                                          Palhaço


Quando o palhaço chorou
Por dentro vibrou de alegria.
No silencio da noite, rasgou sua fantasia.

Sem poder se expressar ficou triste
E se pôs a chorar ao lembrar
Que para sobreviver precisa brincar.

A palhaçada não pode parar, é necessário
Continuar e o palhaço num grande espaço
Alegre de novo irá se esforçar, para ninguém
Se magoar.

Com seu rosto pintado com cores vibrantes
E alegre o palhaço com a alma ferida esquece
As tristezas buscando em sua natureza fazer
As pessoas sorrirem.

E viva o palhaço!
Com suas palhaçadas, hoje sem emprego
Perambula pelas calçadas...


                                                Autor: João Cavalcante gomes
FUNBREGA
Enviado por FUNBREGA em 14/10/2007
Código do texto: T693627

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (JOÃO CAVALCANTE GOMES -WWW.LEIALIVRO.COM.BR). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FUNBREGA
Cotia - São Paulo - Brasil
15 textos (368 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 04:10)
FUNBREGA