Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPO DE MODERNIDADE

Torres de Babeis cada vez mais modernas, mais altas e mais paranóicas,
E m avanços tecnológicos o monólogo humano se agiliza e se expande...
M as apesar das aparências a sabedoria sempre se mantém na natureza:
P elo exemplo das abelhas que produzem comunidades de fraternidades
O u das formigas que se organizam em cooperativas de laboriosidades...

D iálogos harmoniosos são sempre observados em todo o reino animal,
E xcetuando-se entre o gênero humano, cada vez mais solitário e bestial...

M iséria da enorme maioria devido à ganância insana de tão ínfima minoria...
O rganizações criminosas prosperando às custas de tantas vidas perdidas...
D esintegração das famílias e de toda sociedade por conta das imoralidades...
E xclusão econômica e social das multidões de condenados à marginalidade...
R eféns do materialismo do consumismo e do modismo a juventude convertida...
N as drogas, na prostituição, nas revistas e na televisão, a ilusão e a perdição...
I ludidos por novas tecnologias a fuga da realidade por novas compulsividades...
D estruindo a saúde física e mental um moderno mundo virtual neurótico e irreal...
A lheios a isso, o sol brilha, a lua clareia, os pássaros cantam, as flores encantam...
D eus, vendo essa modernidade, coça a cabeça e pensa, olhando esta incrível confusão:
E u jamais imaginei que Adão e Eva pudessem gerar tamanha aberração; que decepção!

Wilson Madrid
Enviado por Wilson Madrid em 18/10/2007
Código do texto: T699635
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wilson Madrid
São Paulo - São Paulo - Brasil
1922 textos (119785 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:43)
Wilson Madrid