Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

R O U P A G E M

R asguei a roupa de água insossa que me cobria,

O usei deitar-me pura e liberta, na lama,

U medecida por baixo a paixão me ardia

P elas carnes quentes da minha cona...

A gora visto-me de águas vermelhas e turvas,

G ozo, devassa, com gosto, afã e ousadia,

E m mim serpenteiam as torneadas curvas

M anchadas do sêmen do lodo do teu dia...
Angelical
Enviado por Angelical em 30/10/2007
Reeditado em 05/11/2010
Código do texto: T716477

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angelical
Svalbard
51 textos (6750 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 21:55)
Angelical