Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CÂNDIDO ACRÓSTICO

Cuidar da casa como sempre fazes...
Ainda é tempo de olhar em volta
Nunca é tarde para dar-se em amor
Depende do estado de espírito à solta
Inda que seja insana a luta
Dar-se em amor torna amena a fuga
Até que o porto esteja além da porta

Cuidar da alma - o fim não é a morte
Ainda  é tempo de sorrir sem corte
Mudar a roupa nesse corpo forte
Poupar o pranto ao rigor da sorte
Ontem menina princesa-consorte
Sonhar ser mãe - amar sem sul nem norte.


Gualberto
Enviado por Gualberto em 04/12/2007
Código do texto: T765057

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gualberto
Candeias - Bahia - Brasil
34 textos (3308 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 00:46)
Gualberto