Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anseios Femininos

Você saberia, leitor, responder a esta pergunta: O que é que as mulheres mais desejam?

Verdadeiramente, o que é que mais querem as mulheres?

Considere comigo: No tempo do rei Arthur, havia um rei e um príncipe que eram vizinhos, mas se detestavam. Certo dia, o rei pegou o príncipe em flagrante caçando em suas propriedades. Poupou-lhe a vida porque era príncipe, com a única condição de que também respondesse a pergunta acima. Se não desse resposta convincente, seria morto. O príncipe saiu a procurar a resposta, indagando de sábios, intelectuais, mulheres do povo, amigos e integrantes de seu povoado. Ninguém sabia responder. Um amigo, porém, sugeriu que procurasse famosa bruxa, conhecida na cidade pelos serviços que prestava com eficiência e muito acerto. Era um bruxa horrível, mal-cheirosa, sem dentes, toda enrugada, despenteada, que a todos causava repugnância, pelo estado físico que se apresentava.

Ele a procurou, apresentou a questão e foi informado pela horrível criatura que só responderia se ele aceitasse o preço préviamente (era também conhecida pelo alto preço cobrado pelos serviços). Para salvar a própria vida, ele aceitou, recebeu a resposta e o preço, que o deixou amargurado. Resposta à questão: O QUE AS MULHERES MAIS DESEJAM É SEREM DONAS DA PRÓPRIA VIDA. Preço: A bruxa amava seu melhor amigo e desejava casar-se com ele. Ele recuou. Não podia fazer isso com seu melhor amigo, mas este desejoso de salvar a vida do príncipe, aceitou a proposta e casou-se com a bruxa. A cerimônia de casamento foi um desastre, face ao comportamento da feia mulher. A cidade ficou constrangida com o trágico acontecimento. A resposta foi dada ao rei e o príncipe teve a vida preservada. Na noite de núpcias, a bruxa apresentou-se como uma linda mulher, surpreendendo o marido, que indagou o que acontecera. Ela respondeu ser uma bruxa e por isso poderia agir assim, mas queria dele uma decisão: Seria uma linda mulher durante a noite e uma bruxa durante o dia. Ou o contrário: uma linda mulher durante o dia e uma bruxa para os momentos de intimidade. Que ele decidisse qual a opção.

O que o leitor faria? Que opção escolheria? Seja sincero agora. Qual a preferência? Nosso personagem pensou, pensou e respondeu: A decisão é sua! E a bruxa argumentou: Já que você respeitou minha opinião, serei para sempre uma linda mulher.

A estorieta leva-nos a duas reflexões: 1)O amigo do príncipe foi extremamente amigo, verdadeiro amigo. Renunciou à própria vida em favor do amigo e ainda respeitou a vontade da esposa. 2)O respeito à vontade alheia, às decisões pessoais de cada um é garantia inicial de paz nos relacionamentos. É certo que se trata apenas de um estória, mas ela pode ser aplicada dentro e fora do casamento. Quantas desuniões e brigas, entre casais ou sócios, pais e filhos, amigos ou colegas, em virtude da imposição de idéias?

Realmente, todos querem ser donos da própria vida. Não se trata apenas de um anseio feminino, mas de uma vontade humana, em todas as áreas. Mas, ao mesmo tempo, também é verdade que muitos desentendimentos, e digamos especialmente entre casais, começam pela tentativa de domínio sobre o outro. Não é em vão o ensinamento do Cristo sobre o "façais aos outros o que desejas para ti"! Isto se aplica a casais e à própria nação, por extensão. Isto também diz respeito à liberdade da opcão religiosa ou decisão política. Por isto é que se diz que esporte, religião e política não se discute. Na verdade, são mesmo discussões vazias, que a nada levam, pois cada um enxerga suas verdades pelo prisma do estágio em que se encontra. E isto deve ser respeitado, pois somos essencialmente livres para pensarmos o que quisermos, como quisermos ...
Orson
Enviado por Orson em 18/01/2006
Código do texto: T100451
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Orson
Matão - São Paulo - Brasil, 56 anos
298 textos (94346 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:15)