Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O TÚMULO MISTERIOSO E A FACULDADE DE DIREITO


Tantas pessoas ilustres já passaram pela FACULDADE DE DIREITO DO LARGO DE
SÃO FRANCISCO e nenhuma delas teve a honra de ser sepultada no interior da
Velha Academia. Somente uma pessoa teve esta glória. Não foi nem aluno, nem
professor de Direito e nem era brasileiro. O único túmulo que existe no
interior da faculdade abriga os restos mortais de JULIO FRANK, fundador da
sociedade secreta denominada "BUCHA" que congregava os estudantes e que teve
grande influência na política do Segundo Império e da Primeira República. O
verdadeiro nome do misterioso fundador da BUCHA não era Julio Frank e sua
identidade ninguém conhece. Sabe-se que ele era alemão, e que veio para o
Brasil fugido em razão de algum crime político que cometeu na Europa. Aqui
chegando, foi recebido por pessoas ilustres e enviado primeiramente ao
interior de São Paulo, de onde foi posteriormente trazido para lecionar na
FDUSP em um curso anexo de história e geografia para ele especialmente
criado... Como Julio Frank era protestante, nenhum cemitério católico
acolheu os seus restos mortais. Daí porque os estudantes da Academia o
enterraram, no pátio das Arcadas, erigindo-lhe um túmulo com ricos
significados esotéricos.

Miriam
Miriam Panighel Carvalho
Enviado por Miriam Panighel Carvalho em 07/04/2005
Código do texto: T10228
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Miriam Panighel Carvalho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
87 textos (22582 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:05)
Miriam Panighel Carvalho