Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teoria da Conspiração

Existem duas coisas que minha mãe não acredita: no IBOPE e na ida do homem a lua. Nao riam é sério!

Ela sempre questiona: você conhece alguém que diga " ontem fui entrevistado pelo IBOPE"! Você conhece? um parente..  um vizinho.. alguém da escola ou do serviço? que tenha lhe dito tal frase?

Você declarar que não crer no IBOPE, é até razoável, afinal de contas, vivemos e um país de sorvete, onde nada é concreto. Mas declarar que que não acredita que o homem foi a lua, ultrapassa o ceticismo e entra no controvertido campo das teorias conspiratórias;

Tais teóricos crêem declaradamente que para cada situação, a resposta mais improvável é aquela que corresponde a verdade. Por mais simples que seja, nunca acredite nas versões oficiais, pelo menos assim, pregam tais teóricos.

Assim sendo, grupos, mantidos pelo governo é óbvio, atuam para dar respostas certas e diretas, levando a nós pobres mortais em aceitarmos as respostas oficiais, ou seja, àquelas que deveriam tranquilizar determinado grupo, dentro da sociedade, ou a própria sociedade interessada;

Seriam os lobbystas do improvável, do estranho,  seguidores fiéis da teoria da Lei de Murph, que para quem não a conhece, prega  mais o menos o seguinte: "se houver a chance de uma situação sair errada, é essa a que vai ocorrer".  Como por exemplo: se um pão com manteiga cai, provavelmente vai cair com a manteiga virada para o chão;

E quando a opinião pública não se contenta com a versão oficial, e prefere crer no improvável?  entram em ação os téoricos de que existe uma conspiração em andamento!

Façam a prova! Reuna um grupo de amigos, e no meio da conversa, traga a tona os seguintes assuntos: a morte de Trancredo Neves, o acidente  de Ayton Senna, o desaparecimento de Ulissyes Guimarães, e o meu predileto... a convulsão de Ronaldinho no dia do fatídico jogo com França no final do mundial de 1998;

Não haverá uma só pessoa que concorde com as respostas oficiais. Existem sites especializados em especular sobre tais situações;

E isto não é de hoje. Se recuarmos no tempo, poderemos descobrir tais teóricos em momentos históricos bem conhecidos.

Napoleão não tinha úlcera, foi envenenado; Tiradentes não morreu na forca, mas na última hora seus amigos da marçonaria o substituíram por outra pessoa; Hitler não morreu por suícidio, mas foi capturado pelos russos, tendo falecido em 1956 em Moscou; John Kennedy foi assassinado pela CIA; E já que JK está na moda, aí vai mais uma, sua morte não foi um acidente comum, mas encomendado pelos seus inimigos políticos;

Minha mãe pode ser tudo, menos uma teórica da conspiração! Porém, seus argumentos são no mínimo irrefutáveis, sem falar que ao pesquisar o assunto, descobri que existe uma galera da comunidade científica que também não acredita que tenha o homem na década de sessenta, mas precisamente em 1969, atingido nosso satélite natural, por ele andado, pisado e fincado uma bandeira territorial, como se fosse um picnique em uma praia distante.

Dizer que foi filmado e televisonado é o mesmo que concordar com aqueles que negam a ida do homem a lua, alegando que tudo foi truque de estúdio(esse é o argumento da minha mãe).

Afinal, quem assistiu em 1977 a estréia de " Guerra nas Estrelas", tinha certeza que Luke Skywalker estava pilotando aquelas naves;

Mas afinal de contas, para  que servem tais teorias?

São reais as desconfianças ou são os teóricos, neuróticos de plantão que recusam-se em aceitar a realidade, sendo mais felizes divagando em estórias mais saborosas do que um simples e comum acidente?

Aceitar a realidade é sempre um problema. Até mesmo para a pessoa mais equilibrada.

Há pouco tempo assisti um filme chamado SEGURANÇA NACIONAL, estrelado por Dustin Hoffman e Roberto de Niro. Em resumo, para disfarçar o adultério cometido pelo presidente dos EUA (muita coincidência), a CIA encomenda uma guerra. Tudo é ficticio. Mas as noticias são plantadas na mídia, levando o povo americano a uma onda de patriotismo e lágrimas!

Analisando bem, descobri que todos somos teóricos, e acreditamos que conspiram contra nossas crenças. Torna-se dificil mesmo crer realmente nas respostas que nos são dadas;

A fantasia começa quando a sinceridade termina.

Com tempo, nos tornamos mais espertos que nossos pais. Nunca se perguntou tanto por qualquer coisa, como atualmente! A internet tem ajudado em divulgar as dúvidas e questionamentos. Os governantes estão tão preocupados,  que a há propostas de "vigiar" o que se pesquisa.

Aí, lanço uma teoria " por que o governo americano quer que o site da GOOGLES abra o sigilo dos seus internautas?

Oficialmente estão caçando ações terroristas!

Mas cá pra nós, na verdade querem saber o que o mundo inteiro anda conversando e pensando, para poderem vigiar e criar respostas oficiais para suas atividades ou eliminar quem questiona demais e vai contra seus interesses;

Por isso muito cuidado, estarão lendo esse artigo, e saberão que você já sabe!
marta cruz de lima
Enviado por marta cruz de lima em 28/01/2006
Reeditado em 28/01/2006
Código do texto: T105220
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marta cruz de lima
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 55 anos
9 textos (1273 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:46)
marta cruz de lima