Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO TÊM BOBINHOS NESTE MUNDO!

Sem querer ofender pessoalmente a ninguém, indagamos: Como têm bobinhos neste mundo!
São os desvairados do trânsito...
Os apressadinhos das rodovias que ligam as setas e vêm piscando os faróis como se todos devessem ceder aos seus caprichos, independente das leis de trânsito...
Os furadores de filas nos bancos e repartições...
Os buzinadores contumazes e sem motivo...
Os que querem se passar pelo que não são...
Os empinadores de motos e bicicletas, achando que com isso são artistas...
Os que têm vergonha dos mais velhos, sobretudo dos pais, quando estão entre outros bobinhos...
Os tiradores de rachas...
Os que se adornam de apetrechos da moda (geralmente falsificados) e acham que por isso podem estar por cima no ambiente social...
Os que se fingem de entendidos em exposições, palestras, etc...
Os que atendem seus celulares em meio às pessoas e falam bem alto pra mostrar o quanto são importantes e solicitados...
Os “Dons Juans” de araque que ainda não perceberam que só podem atrair congêneres...
Os que ficam rondando as classes mais ricas, fora da realidade do que realmente são...
Os que vivem as fantasias mentais de serem capacitados em áreas e assuntos que não são...
Os que mentem deslavadamente acerca de suas pretensas atividades e conquistas...
Os que só falam de pessoas e “coisas importantes”, como se fosse este o seu meio natural...
Os metidinhos de narizinhos em pé que olham tudo de “cima”...
Os que tentam insistentemente levar vantagem em tudo...
Os que humilham os menos favorecidos materialmente, ou fracos de entendimento...
Os que perturbam o ambiente por causa de times de futebol, política, igrejas, e outros assuntos polêmicos...
Os que se projetam em ídolos e gurus e não procuram adquirir personalidade própria...
Os que acham que somente suas seitas ou religiões salvam, na pura ilusão de que são “escolhidos”...
Os que ficam criticando os hábitos dos outros, dando lições de vida, só porque vivem de forma "ZEN"...

Enfim, é tão extensa a lista destes bobinhos que não vale a pena continuar enumerando-os.

Só existe um bobinho pior dos que estão enumerados acima: os que aplaudem e se tornam fãs deles... Aí já é caso sério!

Eles estão em todas as classes sociais, em todos os meios, de todos os sexos e até mesmo entre alguns vovôs...  E se agem assim “ao vivo”, imaginem por trás de um computador, “on line”! Como se diz aqui em Minas: "Só Deus pra ter dó!"

Geralmente são inofensivos, mas frequentemente “enchem o saco”.

Muitos não têm noção do quanto são ridículos mediante os mais experientes, vividos e equilibrados e que realmente produzem e perseguem um ideal...

São rebeldes, rejeitam correções, conselhos, e vivem na ilusão de que sabem tudo e não precisam de nada...

Acham que estão vacinados a tudo, e que podem se sair bem de todas as situações...

Não têm limites e não possuem um mínimo senso de conseqüências, e por isso como diz o mineiro da gema: “vivem dando com os burros n’água”...

Não respeitam o passado e não participam da construção do futuro; vivem tão somente os seus efêmeros e desperdiçados momentos, causando enormes prejuízos...

Existem duas maneiras de lidar (conviver) com os que se encontram no estado febril e alienante de “bobinhos”:

1) Ficar estressados por causa deles; enfrentá-los; perder o equilíbrio emocional em relação às suas atitudes, considerá-los inimigos...  ou
2) Simplesmente dizer (ou pensar) Como têm bobinhos neste mundo! E seguir em frente, rumo às conquistas que  realmente valem a pena, sejam elas de caráter interior ou exterior...

Agora, se você é um desses “bobinhos”, e está “caindo a ficha”, calma! Você é uma pessoa de sorte, pois não existe nada pior na vida do que não se enxergar. Mas não se aflija! Todos nós um dia, em algum grau já vivemos nessa baixa dimensão ilusória... E confessamos uma coisa: Ainda estamos sujeitos a pequenas recaídas. E o melhor de tudo: Isso sara!

* Se você gostou, sugiro que leia um pequeno conto/filosófico de minha autoria: "Canário de bando não presta". Há uma sutil correlação.

Grato pelo prestigio!

PAZ!
Tião Luz
Enviado por Tião Luz em 17/02/2006
Reeditado em 11/01/2013
Código do texto: T112958
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Tião Luz). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tião Luz
Poços de Caldas - Minas Gerais - Brasil
97 textos (17006 leituras)
7 áudios (630 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:10)
Tião Luz