Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MOVIMENTO SEM TREGUA

MOVIMENTO SEM TRÉGUA

  Independentemente de adesão ou simpatia político-partidária, as ações do MST, - Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, que prefiro chamar de Movimento Sem Trégua, ultrapassou o limite do suportável.

Não entro no mérito da reforma agrária, que mesmo sendo uma necessidade, não justifica as atitudes desse movimento desregrado e desprovido de coerência, pelo que praticam em todos os recantos do país.

Inconcebível sob todos os aspetos, suas ações afrontam o regime democrático que vivemos. Para eles, tudo e possível à luz de suas concepções grotescas e descabidas, onde pela força, atingem a sociedade, impedindo nosso direito de ir e vir, previsto na Constituição vigente.

infelizmente, nossa Carta Magna é tão desrespeitada, inclusive, pelos governos que se sucedem, que já virou um mero bilhete que ninguém dá valor, o que é lamentável.

A começar pelos nossos direitos ali previstos, porém negados, temos como exemplo: a educação, segurança, saúde, para não ir muito longe... Ao bloquearem a BR 232, mês passado, entre tantas outras ações descabidas, com foices e facões - instrumentos de trabalho, porém, não estavam no pleno exercício laboral e sim, portando arma ilegalmente -, eles agrediram motoristas além de praticaram outros atos de violência, colidindo frontalmente com tudo que a legislação prevê como transgressão passível de punição.

Assim, inúmeros veículos ficaram impedidos de continuar seus trajetos, dificultando a vida de muitos que afinal, não vão de encontro às suas reivindicações. O pior de tudo isso, é que atos da espécie afrontam as leis vigentes, mas, a policia fica assistindo passivamente, como se não fosse dever e obrigação coibir esses excessos que se sucedem no dia-a-dia do país.

Imaginemos, se todos os trabalhares em seus atos reivindicatórios adotassem esse expediente? Como ficaria a Nação diante desses fatos? Se eles possuem essa “legitimidade”, os demais trabalhadores poderão admitir que também gozam desse mesmo “direito”,

Não é sem motivo, que em recente pesquisa, o MST apresenta uma rejeição da expressiva maioria da população brasileira (75,4%), segundo dados divulgados pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT).

Um movimento que poderia ater-se ao aspecto puramente social, com reivindicações coerentes e justas, torna-se um entrave na vida dos brasileiros, ficando as autoridades constituídas de braços cruzados, sem preocupar-se com a maioria do povo que sofre a ação desses vândalos.

Enfim, eles transgridem as leis, ameaçam, agridem, desrespeitam a todos, deitam e rolam, como se estivessem agindo à luz de seus “plenos direitos”, sem respeitar o dos outros.

Assim, a sociedade fica a mercê da boa vontade deles, - que liberam as vias no momento que lhes convém -, sem, contudo, contar com o efetivo apoio das policias e demais poderes constituídos, que têm o dever de manter a ordem e o cumprimento da Constituição, a fim de garantir nossa cidadania.

Luiz Guimarães Gomes de Sá
Medico e integrante da Academia Pernambucana de Música

LUIZ GUIMARAES
Enviado por LUIZ GUIMARAES em 26/05/2006
Reeditado em 17/09/2009
Código do texto: T163388
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LUIZ GUIMARAES
Recife - Pernambuco - Brasil
211 textos (10857 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:37)
LUIZ GUIMARAES